terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

4G fica mais lento no Brasil e o coloca em 52ª posição mundial

O que você achou? 
Último ranking global de velocidade mostrou que média de acesso entre os brasileiros caiu para 19,67 Mbps.

Vimos recentemente que, somente em 2017, o Brasil ultrapassou os 100 milhões de acessos 4G, sendo que os investimentos na rede não param de aumentar. Mas a consultoria OpenSignal, que afirmou que a Claro tem o 4G mais rápido, acabou de fechar, nesta terça-feira (20), um novo relatório sobre a velocidade média da internet 4G, dessa vez pelo mundo. E o resultado não foi bom para os brasileiros.

Desde o último levantamento, em que o Brasil ficava na 42ª posição, a velocidade média da internet caiu no último trimestre de 2017 e o país passou para a 52ª colocação. De 20,34 Mbps no 3º trimestre, a velocidade do acesso caiu para 19,67 Mbps no 4º.


O Estado do LTE” é o estudo recorrente da consultoria e, desta vez, 58,7 bilhões de testes de velocidade foram realizados, entre outubro e dezembro de 2017.

Apesar do resultado inferior quase que pela metade do topo do ranking, onde está Singapura, com 44,31 Mbps na média de velocidade de 4G, o Brasil teve a melhor posição para um país da América do Sul, e bem superior ao último da lista, que foi a Índia, com 6.07 Mbps.

LEIA TAMBÉM:

De acordo com o relatório, a velocidade de 50 Mbps continua inalcançável, tornando o setor, de certa forma, limitado na tecnologia. De toda forma, a média global de rapidez do 4G passou de 16,6 Mbps para 16,9 Mbps, superando o Wi-Fi (14 Mbps), o 3G (4,1 Mbps) e, claro, o 2G (0,1 Mbps).

Disponibilidade do 4G

Por outro lado, o Brasil melhorou quando o assunto é a disponibilidade do 4G. O indicador da OpenSignal, que mostra em percentual quantas vezes os celulares, tablets e dispositivos analisados puderam se conectar às redes 4G, apontou que a disponibilidade aumentou de 59,3% para 61,2% no país. Mas sua posição, na comparação de disponibilidade da rede, foi a 78. A Índia, neste caso, ficou em 14º lugar.

É aquela coisa: de nada adianta oferecer o 4G, se não oferecer velocidade. E de nada adianta oferecer velocidade, se for destinada apenas a uma parcela da população.

Já de acordo com a Telebrasil (Associação Brasileira de Telecomunicações), o país fechou 2017 com 3.823 municípios cobertos pelo 4G, o que abrange 93% da população brasileira. Para a OpenSignal, a disponibilidade superior a 90% é a ideal, mas somente alcançada, hoje, por cinco países.

Neste mês, o Minha Operadora divulgou quem tem o melhor sinal de internet 4G no Brasil, de acordo com os resultados de nossa pesquisa, que trouxe opiniões dos leitores, clientes e posicionamento das operadoras.


3 comentários:

  1. E ainda pensam no 5G sendo que até no 4G passam vergonha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade todos preocupado com o 5G sendo que não dão conta nem de manter o 4G em funcionamento. em questão de melhoria de infraestrutura vejo que a Tim esta realmente melhorando a vivo tem uma boa qualidade no sinal, mas não adiante ter 4G chegando sendo que não tem velocidade suficiente para todos.

      Excluir
  2. Tenho TIM a quase 10 anos e realmente é outra operadora de uns anos pra cá! O problema que percebo aqui na minha região (Uberlândia - MG) é que logo que o 4G foi instalado, atingia taxas altíssimas de velocidade, 60M. Ampliaram as antenas 4G, quanto a isto não temos do que reclamar, mas a velocidade vem caindo mês a mês. No bairro do meu serviço que é uma área comercial, a velocidade mal chega a 12M. Onde moro, bairro bem residencial, tem uma antena a poucos metros, aí a velocidade já melhora, chegando a 25 a 30M. Tem que continuar investindo em fibra com urgência!

    ResponderExcluir