quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Previsões sobre telecom apontam aumento na receita com 3G e 4G

O que você achou? 
Banda larga, TV e móvel devem crescer, aumentando receita do setor no Brasil para US$ 45,76 bilhões em 2022; fixo continuará em queda.

O mercado de telecomunicações no Brasil alcançará uma receita total de US$ 45,76 bilhões em 2022, segundo previsão da consultoria Frost & Sullivan. Em 2016, esse número foi de US$ 38 bilhões. O crescimento, dentro de cinco anos, portanto, deverá ser de 20%.

Os números positivos devem refletir em avanços dos dados móveis, como 3G e 4G, enquanto os negativos devem vir como um reflexo dos serviços de voz, que tem a tendência de continuarem caindo.

Para a consultoria, a receita do segmento residencial deve ter a maior taxa de crescimento anual composto (CAGR), com 4,2% entre 2016 e 2022. Quanto aos quatro principais ramos do setor, a previsão para cada ano é de, em média:


  • +8,1% em banda larga fixa; 
  • +4,3% em TV por assinatura;
  • +4,1% em telefonia móvel;
  • -5,9% em telefonia fixa; 

Segundo o estudo, os grupos América Móvel (Claro, NET e Embratel), Telefônica (Vivo) e Oi concentravam 74,9% da receita total do mercado em 2016.

Em relação aos freios do crescimento do setor em 2016, os analistas avaliaram que a incerteza econômica, carga tributária, o encurtamento de ciclos de tecnologia e a rentabilidade reduzida, além da concorrência disruptiva sobre os serviços tradicionais, que estaria relacionada ao avanço das over-the-top (OTT), foram os principais responsáveis.

São as OTTs, inclusive para a TV por assinatura, que aparecem no relatório como a grande ameaça para as operadoras brasileiras, uma vez que elas podem mudar os cenários atuais e futuros em relação às demandas dos consumidores de telecom. E, consequentemente, na receita e lucratividade.

A sugestão para as empresas é que avaliem novas estratégias para atingirem receitas em outras áreas, repensando, também, no portfólio atual, que poderia ser mais voltado ao mundo digital e de inovação.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário