quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Claro anuncia expansão do 4.5G em campanha oficial

O que você achou? 
Tecnologia já está disponível em 19 capitais brasileiras e em cerca de 150 cidades, a maioria de São Paulo.


A Claro acaba de divulgar, nesta quinta-feira (18), uma campanha de lançamento oficial da tecnologia 4.5G, apresentada para a imprensa em outubro de 2017. A nova rede, que promete velocidade média de navegação 10 vezes maior do que o 4G convencional, agora chega nas principais cidades e regiões metropolitanas do Brasil.

Além do comercial que já está sendo veiculado na televisão e você pode assistir abaixo, a operadora também patrocinou a hashtag #VcMereceONovo no Twitter para divulgar a novidade. Com o mote “Chegou a nova era da velocidade”, a Claro ainda disponibilizou uma página exclusiva que detalha toda a área de cobertura e quem já pode utilizar o 4.5G em cada estado.








Em resumo, 19 capitais já têm a cobertura, nos estados do Acre, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. 

O diferencial, por enquanto, é o estado de São Paulo, que tem 120 cidades cobertas pelo 4.5G da Claro. O Rio de Janeiro tem 11, Espírito Santo duas e o Rio Grande do Sul seis. Para verificar a lista com todas as cidades, é preciso acessar o site www.claro.com.br/novaera. 

Apesar da oferta de maior velocidade na internet do celular, vale lembrar que apenas aqueles que têm os aparelhos compatíveis podem utilizar o 4.5G por completo. Segundo a Claro, os aparelhos mais avançados já suportam as funcionalidades e outros de forma parcial, mas já garantindo performance superior. Seriam eles: 

  • Samsung: Galaxy Note 8, Galaxy S8 e Galaxy S8+
  • Motorola: Moto Z² Force
  • LG: G6
  • Sony: ZX Premium
  • Apple: iPhone 8 e iPhone X

Segundo o CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, os clientes que não tiverem esses modelos podem ficar tranquilos, porque também passam a aproveitar uma qualidade de sinal melhor. 

"A medida que a penetração dos modelos que suportam o 4.5G vai aumentando, estes dispositivos passam a usar as novas funcionalidades e liberam recursos de rede também para os terminais que não suportam. É como construir uma nova estrada ao lado da que existia. Melhora para quem trafega na nova, mas também para quem continua usando a estrada que já existia, pois o movimento diminui. Quem tiver um smartphone compatível com o 4.5G vai experimentar todo o potencial da nova tecnologia. Quem não tiver, também vai usufruir de um serviço melhor", explica.

COMO FUNCIONA

Assim como é possível ver nos trending topics do Twitter de hoje, muitos usuários ficaram com dúvidas sobre como funciona a rede 4.5G e se ela, de fato, é diferenciada em relação ao 4G ou 4G+ e Plus trabalhado por outras operadoras - inclusive criticadas por Teixeira

A Claro explica que a tecnologia 4.5G disponibiliza três funcionalidades técnicas na rede, que, quando suportadas pelos smartphones compatíveis, permitem atingir no móvel velocidades similares às obtidas nas mais modernas redes fixas de fibra óptica. Veja a explicação sobre cada uma:

  • Carrier aggregation (agregação de faixas): Permite a consolidação de diferentes faixas de frequência em uma mesma portadora, algo como uma supervia de informação. Com isso, é possível navegar com mais velocidade e transmitir mais informação ao mesmo tempo. A tecnologia 4.5G permite agregação de até 3 faixas diferentes de frequência e exige um mínimo de 30 MHz de largura de banda no canal consolidado. Normalmente, são utilizadas faixas de espectro de 2600 MHz (primeira faixa licitada para implantação do 4G), 700 MHz (nova faixa oriunda do desligamento da TV analógica, em andamento) e ainda o 1800 MHz (reutilização de faixas antes dedicadas ao 2G) e o 850 MHz (reutilização de faixas antes dedicadas ao 3G).

  • MIMO 4×4: Terminologia que vem do inglês (Multiple Inputs, Multiple Outputs), é um recurso que permite que o enlace de comunicação entre a torre da operadora e o smartphone do cliente seja feito utilizando 4 antenas de transmissão e 4 de recepção. Na maioria dos modelos disponíveis no mercado até então, eram utilizadas 2 antenas para transmissão e 2 para recepção. 

  • Modulação Avançada 256QAM: Esquema avançado de modulação que permite maior eficiência espectral, ou seja, transmitindo mais bits de dados a cada unidade de tempo. Permite que os dispositivos conectados transmitam um volume muito maior de dados simultaneamente.

A CLARO EM 2018

Segundo a Claro, o lançamento de sua rede 4.5G coloca o Brasil na vanguarda tecnológica em redes móveis, por enquanto disponível em poucos países como Estados Unidos, França, Japão. 

O presidente da Claro afirma que o ano de 2018 já fez a operadora iniciar pioneira no setor. “Durante o ano passado modernizamos mais da metade das torres de transmissão em todo o Brasil, incluindo a implantação de 2 mil sites novos. Vamos continuar investindo para melhorar ainda mais a cobertura e a qualidade de sinal da nossa rede, sempre usando tecnologia de ponta”.

LEIA TAMBÉM:


12 comentários:

  1. Enquanto muitas cidades tem tido a evolução do 4G para o 4.5G, para se ter noção da disparidade, aqui em Moiporá-Go sequer tem cobertura 2G da Claro. ISSO MESMO, não tem SEQUER COBERTURA 2G!!! É uma desigualdade SEM TAMANHO e uma falta de respeito igualmente grande.

    ResponderExcluir
  2. Esses celulares divulgados como suportados é mó balela! Impossível somente esses serem compátiveis. Há celulares que há anos já suportam a tecnologia LTE Advanced! Quem tiver duvida, só acessar esse link: https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_devices_with_LTE_Advanced

    ResponderExcluir
  3. Qual banda dá suporte ao 4.5G? Somente nas bandas 12(700), 17(700)?
    Tenho um Moto X4 com banda 28(700), mas não aparece na relação.
    Ainda não entendi bem sobre essa tecnologia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tem a banda 28, já é compatível... Lista furada pra vender smartphone.

      Excluir
  4. Meu iPhone 7 Plus está funcionando perfeitamente no 4.5G mesmo a Claro não confirmando que ele não é compatível.

    ResponderExcluir
  5. Sério isso?
    Eu tenho um iPhone 7 e estou curioso para saber se irá funcionar o 4.5G

    ResponderExcluir
  6. Sim!

    https://www.hk.chinamobile.com/en/corporate_information/Service_Plans/4G_Service_Plan/4.5Ghandset.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como identifico se o meu iPhone 7 Plus está com a cobertura 4.5g?

      Excluir
  7. Só acho que a Claro tem que melhorar muito a cobertura no RS, VIVO está muito na frente.

    ResponderExcluir