domingo, 31 de dezembro de 2017

Saiba quais foram as matérias mais acessadas do ano

O que você achou? 
Ainda dá tempo de checar os assuntos que mais engajaram os consumidores das operadoras de telecom e leitores do Minha Operadora.

Agora que você já se atualizou com as principais notícias de telecomunicações desses últimos 12 meses em nossa retrospectiva 2017, é hora de checar, neste 31/12, último dia do ano, quais foram as matérias mais acessadas e consequentemente entre as mais populares do Minha Operadora.

Vale lembrar que, no ranking, não estão somente os artigos de 2017, mas também de outros anos, mas que continuaram com bom engajamento entre nossos leitores. Aliás, em 2017, além de mais de 1.740 matérias escritas e publicadas, computamos mais de 4.300 comentários em nosso site somente neste ano.

Veja o ranking abaixo com o resumo e link de acesso para os 20 artigos mais vistos no ano!





O 1º lugar vai para o site que assustou muitos de nossos leitores. Com o domínio de “telefone.ninja”, o site dava acesso ao endereço, e-mail e número de celular de qualquer brasileiro, bastava buscar pelo nome completo da pessoa! Apesar de afirmar que utilizava informações de cadastros das próprias operadoras e que permitia a remoção, o site logo saiu do ar após denúncias.


Quem acessou essa matéria ficou bastante tempo conferindo os preços da oferta do Claro Pré Mix, que oferecia a partir de 1GB de internet, WhatsApp, Claro Música, Claro Vídeo, chamadas ilimitadas para Claro e NET e 100 minutos para outras operadoras por R$ 9,99 por semana. Mas vale lembrar que tudo ficou ainda melhor quando chegaram as chamadas ilimitadas no pré para qualquer operadora, incluindo as concorrentes, e 2GB de internet por apenas R$ 5 a mais.

O terceiro lugar da mais acessada é de uma matéria publicada pelo Minha Operadora nesta última semana do ano. Trata-se do HTV BOX, aparelho que transmite canais de TV por assinatura sem mensalidade, foi denunciado pela Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) e pode sofrer apagão em breve.

Foi em abril de 2016 que começou a chegar nas lojas o Galaxy S7, modelo que até então era o mais moderno da Samsung. Na época, a Claro anunciou que o S7 e o S7 Edge estariam disponíveis no catálogo de trocas do programa “Claro Up”.

O “Vivo Dados Patrocinados” nada mais é do que um serviço do Vivo Ads que oferece até 1GB de internet de graça para o cliente que assistir a um vídeo curto e depois responder a alguma pergunta, quando exigido. Recentemente, uma outra matéria foi polêmica entre os consumidores: quando a Vivo, através do mesmo programa e de um anunciante específico, exigiu que o cliente dissesse que é a favor da reforma da previdência para ganhar 50MB de internet. Esta teve 11.635 views em menos de um mês.

Assim como o S7, a venda do Galaxy S8 na Claro também foi destaque em 2017. O valor sugerido do smartphone, com a operadora, caiu de R$ 3.999 para R$ 1.999, caso a compra fosse feita em conjunto com o plano Claro Pós 7G, que custava R$ 150,99 por mês.

O popular TIM beta teve nome alterado no início de 2017 no aplicativo Meu Tim, para “TIM Jovem Pré”. A TIM esclareceu, no entanto, que a nova nomenclatura era apenas uma linguagem sistêmica, utilizada durante atualizações e manutenções no aplicativo. Nada havia mudado, na prática, para quem era beta.

Os serviços de streaming Claro Vídeo, assim como o Claro Música, passaram a ser gratuitos para clientes da Claro em 24 de novembro de 2016. Se consumidores de outras operadoras quisessem utilizar o serviço, bastava pagar R$ 19,90 e R$ 14,90 por mês. Foi uma forma de entrar concorrendo com a TIM e o serviço TIMmusic by Deezer.

A Oi resolveu ousar em agosto deste ano e passou a oferecer, para alguns DDDs do Brasil, 2,5GB de internet e 450 minutos para falar com números de qualquer operadora do Brasil por R$ 14 por mês. Três meses depois, passou a oferecer não só 450 minutos, mas minutos ilimitados para as concorrentes nas mesmas regiões da oferta anterior.

Curiosamente, esta matéria do Minha Operadora é de março de 2014. Foi quando divulgamos a tarifa de R$ 0,99 da Vivo para clientes do pré-pago por dia de uso da internet no celular. De lá para cá, não dá para negar que muita coisa mudou. 

Ela também está aqui! A matéria de agosto de 2017, que marcou a última etapa alcançada pela Claro para a tendência de ligações ilimitadas para qualquer operadora: também valendo no pré-pago.

A Oi ‘ressuscitou’ no final de 2016 as promoções de bônus diário no plano pré-pago, que, com o “Oi Bônus Diário”, oferecia até 100 vezes o valor da recarga para o cliente falar todos os dias.

O programa de fidelidade Claro Up como facilitador para a compra de iPhones também foi relembrado pelos leitores em 2017, em uma matéria divulgada há cerca de três anos.

Depois da pré-venda, a Claro resolveu divulgar ainda mais sua parceria com a Samsung e os preços especiais no smartphone Galaxy S8, com valor que chegou a sair por R$ 1.428 no mês de maio de 2017.

Mais uma notícia extremamente antiga, mas relembrada pelos leitores do Minha Operadora em 2017, a nota falava sobre o “Oi Pontos”, que poderia oferecer o resgate de um aparelho novo a partir de pontos acumulados no programa da Oi.

A matéria de 2016 sobre o TIM beta falava sobre as tarifas na época e que qualquer cliente da TIM poderia migrar para o plano sem nenhuma taxa – que antes era de R$ 100. Também tivemos matérias novas, atualizadas e populares sobre os convites do TIM beta em 2017, veja algumas: 


Outra matéria que ficou entre as mais acessadas do ano e também relacionada ao TIM beta foi quando a TIM anunciou, em junho, que as ofertas diárias do plano seriam encerradas, mantendo apenas as semanais e mensais do pacote, além do “Diário Combo”.

Quem disse que operadora de TV não tem destaque? Os leitores também visualizaram bastante a matéria que informava o lançamento de 28 novos canais em HD da SKY, sendo que 14 deles eram de afiliadas da Rede Globo.

O Dia das Mães de 2016 rendeu bastante interessados pela TIM, que se informaram sobre seu plano pós-pago de 5GB de internet por R$ 139 e o desconto no iPhone 5S, que saía por R$ 1.199 com a venda casada ao plano.

A última matéria entre as 20 mais acessadas no ano é também referente ao TIM beta. Desde outubro, o ranking para virar TIM beta Lab no Blablablâmetro parou de existir, fazendo com que os clientes apenas precisassem alcançar a pontuação de 1.600 pontos para se tornarem usuários premium do plano pré queridinho de clientes TIM. As tabelas de pontuação também foram alteradas.

Fim do ranking, mas não das atualizações do Minha Operadora. Não se esqueça de continuar acompanhando as nossas notícias em 2018, e comente sempre nos assuntos que mais te interessar! Por aqui, continuamos de olho nas principais operadoras do Brasil!


Nenhum comentário:

Postar um comentário