segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Oi é citada em delação de marqueteiro no Ministério Público Federal

O que você achou? 
Operadora teria sido usada para facilitar caixa dois de campanha política. 

Nesta segunda-feira, 4, o marqueteiro Renato Pereira afirmou em delação ao Ministério Público Federal (MPF) que a Andrade Gutierrez, empreiteira envolvida em diversos processos da operação Lava Jato, usou a Oi para caixa dois na campanha do atual governo do estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), em 2014.

Em meio a todos os processos de delação premiada da Andrade Gutierrez e outras empresas nacionais, essa é a primeira vez em que uma operadora de telefonia é citada. Pereira afirmou que a empreiteira fez um aporte de R$ 3 milhões para o caixa dois da campanha de Pezão, por meio de outras empresas, entre elas a Oi. 


Segundo o marqueteiro, por sugestão do ex-diretor comercial da empreiteira, Alberto Quintaes, foi feito um aporte para a Oi, que repassou o valor a NBS e ao grupo PPR, empresas do mercado publicitário ligadas ao PMDB. O caixa dois foi feito no segundo turno da campanha. 

Renato Pereira é marqueteiro das campanhas do PMDB no Rio de Janeiro desde 2006, tendo realizado as campanhas de Pezão e do ex-governador Sérgio Cabral e do ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes. A Oi e a Andrade Gutierrez preferiram não comentar a delação.  

*Com informações de Folha de São Paulo. 

LEIA TAMBÉM:


Um comentário: