quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Google fecha parceria com Claro, Vivo e Oi para substituir o SMS

O que você achou? 
RCS deve chegar ainda este ano no Brasil e competir com o WhatsApp, com funções de bate-papo em grupo, ver quem está digitando e enviar fotos e vídeos.


Na mesma semana em que o SMS completou 25 anos de existência, o Google resolveu anunciar a chegada do RCS (Rich Communications Services) na América Latina. A gigante das buscas anunciou, nesta quinta-feira (7), sua parceria com a Claro (América Móvil), Vivo (Telefônica) e Oi, que devem lançar a evolução do SMS ainda neste ano.

O RCS chega como um novo padrão universal de mensagem no celular, que, diferentemente do SMS, inclui vários outros recursos além do texto. O usuário poderá criar bate-papos em grupo, ver quando alguém está digitando uma resposta, ler recibos, compartilhar fotos e vídeos de alta resolução. Ou seja, chega claramente não só para substituir o SMS, mas para competir com o WhatsApp, o app mais usado pelos brasileiros.




Quem já tem o aplicativo Android Mensagens no telefone terá acesso automático aos serviços do RCS quando forem lançados pela atualização, que também será frequente para liberar mais recursos periodicamente. Apesar de muitos aparelhos do Android virem com o aplicativo pré-instalado como padrão no celular, ele também poderá ser instalado pelo Google Play.

Para o Google, a mensagem RCS também aprimora a experiência de mensagens comerciais, com conteúdos mais interessantes e interativos. Como exemplo, uma companhia aérea poderá fornecer uma experiência de check-in completa, com cartão de embarque e mapas do terminal pela mensagem do próprio celular. Conversar com a operadora e fazer mudanças no plano também deve ser uma experiência melhor do que a atual com o SMS.

O Minha Operadora entrou em contato com a assessoria de imprensa do Google para entender por que a TIM e outras operadoras brasileiras ficaram de fora do lançamento, e a resposta foi que "neste momento, estamos trabalhando com as quatro operadoras anunciadas, mas adoraríamos que todas as operadoras da região se juntassem à indústria em apoio ao RCS. Ficaríamos muito felizes em trabalhar em estreita colaboração com todas elas para que isso acontecesse".

Em 2016, o Google trabalhou para levar o RCS à Europa (empresas como Deutsche Telekom, Orange, Telenor e Vodafone), América do Norte e Ásia. Agora chega por aqui para clientes da Claro, Vivo, Oi e também AT&T no México, cujos clientes representam mais de 2/3 de todos os assinantes móveis da América Latina.

FUNCIONAMENTO

De acordo com o Google, o serviço será operado pela nuvem Jibe RCS da empresa e será totalmente interoperável entre as redes através do Jibe RCS Hub. Além de conectar assinantes nas redes da América Móvil, AT&T no México, Oi e Telefónica, o Google também vai conectar assinantes com outras redes na nuvem do Jibe RCS Hub, como Sprint e Rogers. Assim, um assinante da Claro em São Paulo, por exemplo, poderá enviar uma mensagem RCS para um assinante da Sprint nos EUA.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário