sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Credit Suisse avalia que China Telecom é a melhor escolha para a Oi

O que você achou? 
Instituição financeira aposta em investidor estrangeiro para fazer da operadora brasileira competitiva entre suas concorrentes.

A instituição financeira Credit Suisse enviou um relatório aos seus clientes na última quinta-feira (28), que, entre outras observações sobre o mercado brasileiro, mostra sua avaliação sobre o cenário da Oi, que teve seu plano de recuperação judicial aprovado em 20 de dezembro, após 18 meses de negociação.

Para a empresa, a OIBR3 e OIBR4 (da Oi) é, sim, um alvo para seus concorrentes, e quando o assunto é quem vai levar a operadora, o Credit Suisse aponta a China Telecom como a mais provável. 


“O fluxo de notícias de fusões e aquisições deverá impactar favoravelmente as ações OIBR3 nos próximos meses, e acreditamos que a China Telecom é a principal candidata para adquirir uma fatia de controle na empresa”, afirmaram os analistas Daniel Federle, Felipe Cheng e Juan Pablo Alba.

Também nesta semana, o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros, afirmou que enxerga o espaço para a entrada de um investidor estrangeiro na Oi em 2018. Essa mesma previsão assusta e desagrada diretores da Vivo e da Claro, como já afirmaram em ocasiões anteriores.

Na semana passada, o presidente da companhia, Eurico Teles, disse que a Oi está pronta para qualquer investidor que queira comprá-la, seja chinês ou não. Mas, de acordo com os rumores, a empresa chinesa já pode estar preparando sua oferta para a Oi, e a expectativa é que ela seja apresentada no início do ano. 

LEIA TAMBÉM:


7 comentários:

  1. Concordo plenamente empresa forte e bem estruturada levará a Oi a uma disputa de mercado competitivo que vença a melhor!

    ResponderExcluir
  2. Tendo uma empresa estrangeira entrando no mercado brasileiro vai favorecer a concorrência é beneficiar os consumidores. Claro q terá q ter uma certa paciência mas vejo q nos próximos anos a OI tem tudo para voltar a brigar com a vivo, claro e tim.

    ResponderExcluir
  3. Demorou, já passou da hora de os chineses assumirem a Oi...

    ResponderExcluir
  4. Eu gostaria de entender qual é o real medo dos dirigentes da Vivo e da Claro quanto aos chineses assumir a Oi, a Oi tá um merda só, devendo até as cuecas, sem faixa de 700 Mhz, sem fibra indo na casa do cliente, sem nada... Então porque o medo? Seria o mesmo que o Corinthians tremer de medo do Audax, ou do Flamengo tremer de medo do Madureira ou do Cruzeiro tremendo por conta do Tupi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O medo é simples, já foi até explicado em varias matérias. Por ser uma estatal, a empresa chinesa não necessariamente teria necessidade de dar lucro. Logo ela pode vir e massacrar o concorrência, o que seria ótimo. Mas, visto pelas outras Teles como desleal. Eu quero mais é que compre logo e toquem fogo no barraco.

      Excluir
    2. a maioria das grandes empresas de infraestrutura são chinesas (zte,huawei e etc) e grandes marcas de celular também tipo Xiaomi, imagine que talvez os chineses poderia investir em infraestrutura na oi pela metade do preço das concorrentes e trazer essas marcas de aparelhos com descontes bem agressivos em planos pós. claro é para ter certo medo, por que seria um concorrente diferente que estão acostumados por aqui, onde hoje é só preservar o lucro dos acionistas.

      Excluir