quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Claro torna-se pioneira em projeto de energia renovável

O que você achou? 
O grupo Claro é o primeiro do ramo de telecomunicações a desenvolver um projeto de Geração Distribuída de energia. Entenda.

Em coletiva de imprensa que aconteceu nesta quinta-feira (14), no Palácio Tangará, em São Paulo, a Claro Brasil anunciou o Programa de Geração Distribuída chamado "A Energia da Claro". O intuito do projeto é gerar energia por meio de ações que buscam preservar o meio ambiente, reduzindo a produção de gás carbônico (CO²) em aproximadamente 100 mil toneladas métricas.

Com o projeto, que é o maior do país em termos de Geração Distribuída, a Claro torna-se a primeira empresa de telecomunicações com uma iniciativa voltada para geração de energia limpa.



Energia limpa significa geração de eletricidade por meio de fontes renováveis: eólica, hidrelétrica, solar, biogás, etc. É exatamente a ideia da Claro, que visa cobrir 80% das operações da empresa com essas novas fontes.

Para que o projeto saísse do papel, a Claro juntou-se a várias outras empresas, além de fornecedores e especialistas do setor. Um projeto piloto de complexo solar já tinha sido inaugurado há um ano em Várzea de Palmas (MG).

Para finalizar, em 2018 a empresa planeja inaugurar 20 parques solares, 4 parques eólicos e 6 usinas de biogás, com construções em variados estados das cinco regiões do país.


* A repórter Bruna Totaro, do Minha Operadora, esteve na Coletiva de Imprensa a convite da Claro.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário