quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Claro destaca conquistas do ano e promete melhor cobertura em 2018

O que você achou? 
Em evento para a imprensa, empresários da Claro, NET e Embratel fizeram uma retrospectiva de 2017. Veja o que disseram sobre cada setor.


A Claro Brasil - que engloba as marcas Claro, NET e Embratel - realizou, na manhã desta quinta-feira (14), uma coletiva de imprensa no Palácio Tangará, em São Paulo. O Minha Operadora esteve presente no evento, que reuniu um balanço de 2017 sobre o grupo, as expectativas para 2018 e duas novidades: o lançamento do primeiro projeto de energia renovável de telecom e a parceria com a Smiles para transferência de milhas e pontos aos seus clientes.

Tanto a abertura com o presidente da Claro Brasil, José Antônio Felix, quanto as apresentações dos CEOs Paulo Cesar Teixeira (Claro), Daniel Barros (NET) e José Formoso (Embratel), destacaram as marcas positivas do grupo neste ano, como a implantação inédita da rede 4.5G, o início das chamadas ilimitadas, o Passaporte Americas, as 150 novas lojas conceito e a modernização de 9 mil antenas e 2 mil novas no país.


Logo de início, Felix não poupou elogios à empresa e disse que a Claro é a líder do setor. “Juntamos em uma única companhia três times com os melhores talentos do mercado e nos tornamos uma empresa gigante, conectando mais de 100 milhões de brasileiros”. Sobre 2018, afirmou: “Continuamos otimistas e investindo no Brasil, esperando ganhar participação de mercado de forma sustentável”.

A empresa não divulgou números de fechamento de mercado, mas assegurou que novembro registrou melhores resultados do que os já apresentados no último balanço trimestral. Nos últimos três anos, a receita do grupo foi de mais de R$ 100 bilhões e o investimento chegou em R$ 30 bilhões.

Para Paulo Cesar Teixeira, a expectativa é que a Claro continue investindo conforme a demanda em 2018, mas há a preocupação de que, apesar das pessoas buscarem mais conectividade, o foco seja a melhoria da qualidade e a garantia de uma cobertura adequada.

CLARO (Pessoal/Celular)

Teixeira também destacou que em seus 8 meses dentro da Claro, com crescimento de acessos móveis que chegou em 60 milhões no último levantamento, percebeu que o setor registrou inúmeras mudanças. “Fomos os protagonistas dessas mudanças, rompemos o que todos faziam e os clientes começaram a perceber que somos o novo”.

Em 2017, a operadora anunciou a assinatura de marca “Claro: Você merece o novo” e, com o lançamento das ligações ilimitadas para qualquer operadora, acelerou a portabilidade, com crescimento em 30%. Quanto às franquias de dados, os planos pós-pagos agora têm de 6GB a 100GB a partir de R$ 99,99, o Prezão Ilimitado chega com 2GB de internet por R$ 14,99 por semana (+1GB bônus com renovação semanal) e quem contrata o Combo Multi com outro serviço fixo da NET hoje ganha o dobro de internet.

Por fim, há o Passaporte Américas, funcionalidade disponível para clientes pós-pagos que podem utilizar o plano no exterior como se estivessem no Brasil, ou seja, com chamadas ilimitadas para números daqui ou do país visitado (18 habilitados), além do uso normal de internet. 

Importante para clientes do Claro Pós: quem contratar o Passaporte Américas pelo Minha Claro ou pelo *468 até o dia 31 de dezembro ganha o serviço gratuitamente pelos seis primeiros meses, passando a pagar R$ 9,99 somente a partir do sétimo mês.

NET (Residencial)

Além de destacar o “multitelar” da NET, que permite que os clientes possam assistir conteúdos em diversas plataformas, o CEO Daniel Barros falou sobre o Replay TV (somente para SP), que permite que o cliente possa assistir à programação que já passou em até 7 dias, o aplicativo “Meu Técnico”, que teve crescimento de 80% no 1º mês, e a parceria com a Kinoplex, que garante 50% de desconto aos clientes da Claro e da NET em 260 salas de cinema do Brasil.

“Estamos acostumados a não olhar para fora, para a crise. Queremos fazer um 2018 muito forte em todos os produtos e em market share”, afirmou.

EMBRATEL (Empresarial)

A Embratel aproveitou o evento para anunciar que vai ampliar seu portfólio de soluções para o mercado corporativo e mobilidade para empresas e serviços de satélite. A participação da empresa em carros conectados é de 90% no mercado e as soluções de mobilidade e IoT instaladas em mais de 600 mil veículos brasileiros.

José Formoso focou seu discurso em “sair do hoje para olhar para o próximo nível”, tema inclusive de uma campanha apresentada pela Claro durante a coletiva, e falou que, por acabar com a fronteira entre telecom e TI, a empresa consegue diversificar os negócios. 

O empresário falou até mesmo em uma realidade cheia de drones e um futuro completamente conectado, mas, sobre 2017, afirmou ter percebido um ano ruim para as empresas, o que parece que será diferente em 2018, com melhor potencial de crescimento.

* A repórter Bruna Totaro, do Minha Operadora, esteve na Coletiva de Imprensa a convite da Claro.

LEIA TAMBÉM:


Um comentário: