terça-feira, 7 de novembro de 2017

Vivo diz que quase 400 km de seus cabos foram roubados em 2017 em SP

O que você achou? 
Operadora destaca que moradores podem denunciar as ocorrências, que deixam consumidores sem sinal de internet e com o telefone mudo frequentemente.


398,2 quilômetros de cabos telefônicos da Vivo foram roubados, somente em São Paulo, de janeiro a outubro de 2017. No ano passado, esse número também foi alto: 461,4 quilômetros de cabos levados. A situação de roubo de cabos, que parece estar cada vez mais crítica em todas as regiões do Brasil, acaba prejudicando os consumidores de telecomunicações, que ficam sem o serviço pelo qual pagam mensalmente, assim como as operadoras, que têm prejuízos maiores para recolocá-los.

Segundo uma matéria publicada pelo portal de notícias do UOL, há moradores da zona sul da capital paulista que sempre reclamam dos atos de vandalismo. Um deles, que tem uma empresa na região há 18 anos, afirma que, se antes os furtos de cabeamento ocorriam em média três vezes por ano, agora, é possível presenciar quatro roubos em menos de um mês.


Apesar da culpa não ser total das operadoras, esse tipo de problema prejudica empresários que dependem de internet ou telefone para funcionar, e geralmente ficam sem sinal de internet ou com o telefone mudo por um bom tempo. E a pergunta que fica é: "Quem vai ressarcir com relação aos prejuízos e todas as vendas perdidas?".

A Vivo já afirmou, em nota, que os roubos costumam acontecer de madrugada, e envolvem artifícios como uso de carros com adesivos falsos, escadas e sinalização do local. Aparentemente “de mãos atadas”, a operadora destaca que, ao identificar uma situação suspeita, a própria população pode fazer uma denúncia anônima através do número 0800 14 44 44, ou ligando para o 190.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário