quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Com desligamento do sinal analógico, 4G pode atingir 45 Mbps

O que você achou? 
Liberação de espectro usado pelo sinal analógico pode turbinar a velocidade do 4G.

Nesta quarta-feira, 29, o presidente da Anatel, Juarez Quadros, afirmou que o desligamento do sinal analógico de TV pode turbinar a velocidade média do 4G, fazendo com as redes de quarta geração atinjam 45 Mbps. 

O aumento de velocidade na internet móvel será possível, após a migração completa do sinal analógico para o sinal digital no país. Isso por que a frequência de 700 MHz vai passar a ser utilizada, em toda sua capacidade, pelas operadoras de telefonia, que hoje dividem a faixa com as emissoras de TV aberta. 




Quadros destacou que atualmente é possível navegar a 15 Mbps no 4G e com a liberação da frequência, que já ocorreu em diversas cidades do país, a velocidade deve triplicar. 

De acordo com o relatório divulgado em junho deste ano pela OpenSignal, empresa que avalia a velocidade média do 4G em vários países do mundo, a Claro tem a maior velocidade com 29.21 Mbps, seguida pela Vivo (20.59 Mbps), Oi (15.47 Mbps) e TIM (13.47 Mbps).

Na grande maioria das cidades brasileiras, as operadoras sustentam o 4G usando a faixa de 2,5 GHz, mas a frequência de 700 MHz começou a ser liberada neste ano, o que tem melhorado a qualidade da internet, já que o uso dessa faixa aumenta a estabilidade de conexão.

Porém, o desligamento total do sinal analógico só deve acontecer em 2023, mas já no ano que vem o sinal deve ser desligado em todas as capitais e grandes cidades do Brasil.

LEIA TAMBÉM:


2 comentários: