sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Baixo investimento em antenas prejudica internet no DF

O que você achou? 
Falta de investimentos dificulta a ampliação do número de antenas, o que vem prejudicando principalmente os usuários de internet móvel na região. 

Nesta semana, a discussão sobre a péssima qualidade da internet no Distrito Federal voltou a pauta. A cidade de Brasília foi avaliada como a segunda pior cidade do país para expansão de rede, de acordo com dados da Abrintel (Associação Brasileira de Infraestrutura para Telecomunicações). 

Ainda segundo o relatório da Abrintel, o estado precisa triplicar o número de antenas para atender a população que conta com mais de 3 milhões de habitantes. Atualmente, 70% de navegação da internet é realizada por smartphones

Com um impasse para a liberação e ampliação de antenas, os usuários de telefonia móvel são os principais prejudicados. O Distrito Federal não conseguiu acompanhar a atualização no regulamento para a implantação de antenas, que aconteceu em 2015 com a aprovação da Lei Geral das Antenas. 

O diretor de Infraestrutura do SindiTelebrasil (Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço e Serviço Móvel Celular e Pessoal), afirmou que nem mesmo a liberação da frequência de 700 MHz, a capacidade aumentou, já que a faixa não é usada em todo seu potencial no estado. Com informações do Correio Braziliense.  

LEIA TAMBÉM:


3 comentários:

  1. O estado e sua burocracia sempre atrapalhando...

    ResponderExcluir
  2. DF não é estado.
    Querem exigir melhorias sem dar condições.

    ResponderExcluir
  3. À quem escreveu essa matéria:

    Corrijam a reportagem, pois essa está incorreta ao afirmar que o Distrito Federal é um estado. Não é. O Brasil só tem 26 estados e o Distrito Federal não é um deles. É uma unidade da federação especial que tem atriide estados e municípios, mas não é nem um nem outro.

    ResponderExcluir