sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Apple tem escritórios 'invadidos' por autoridades na Coreia do Sul

O que você achou? 
Já no ano passado, empresa foi investigada por contratos injustos com operadoras de celular.

A Apple, que está lançando a sua mais recente novidade na Coreia do Sul – o iPhone X –, teve seus escritórios "invadidos" por autoridades sul-coreanas no início desta semana. Entre aspas, porque a ação, claro, está dentro da lei. Mas o motivo das investigações seria a análise das práticas de negócios da empresa, que já no ano passado foi questionada quanto aos contratos injustos que fazia com as operadoras de celular.


As informações são da publicação Metro, que levanta a questão se as autoridades da Coreia do Sul estão tentando dificultar o sucesso do aparelho a ser lançado pela Apple nesta semana, e que, em menos de 5 minutos, teve reservas esgotadas no país.



Há uma outra referência de 2015, que marcou a data em que a Apple conquistou a participação de 33% no mercado de smartphones da região, e também quando a Comissão Coreana de Comércio Justo, a mesma que abriu a investigação em defesa das operadoras, lançou uma força-tarefa para descobrir se empresas estrangeiras estavam prejudicando o mercado de aparelhos celulares.

A Coreia do Sul é conhecida como um “lar” para várias empresas gigantes da tecnologia, como a Samsung e LG. Com o lançamento oficial do iPhone X nesta sexta-feira (24), as concorrentes de fato teriam com o que se preocupar, o que deixa no ar se o governo estaria auxiliando a Samsung, por exemplo, com mais esta investigação.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário