segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Google já pode levar balões com internet a Porto Rico

O que você achou? 
Projeto Loon vai auxiliar áreas afetadas pelo furacão Maria, que danificou pelo menos 75% das torres de celular na região.

O Google foi liberado pela FCC (Comissão Federal de Comunicações), órgão dos EUA equivalente à Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) no Brasil, para utilizar os balões aerostáticos e levar internet às áreas afetadas pelo furacão Maria em Porto Rico. De acordo com a FCC, pelo menos 75% das torres de celular foram danificadas na região.

Os balões do chamado “Project Loon”, que são utilizados pelo Google desde 2013, disponibilizam redes com velocidade de até 10 megabits por segundo e funcionam a base de painéis solares, voando a 20 quilômetros e ficando até 100 dias na estratosfera.

A intenção do projeto é realmente auxiliar regiões que foram prejudicadas com a falta de acesso aos serviços de telecomunicações por conta de desastres. Em setembro, Porto Rico sofreu exatamente com um desastre natural, um furacão que causou chuvas e ondas fortes, destruiu grande parte da infraestrutura local e matou pelo menos 34 pessoas. 

Como os serviços de telecom também foram afetados, os balões do Google devem chegar nas regiões mais afetadas para fornecer sinais LTE de emergência aos celulares dos moradores, pelo menos temporariamente, de forma com que eles possam voltar a se comunicar.

Para funcionar, no entanto, é preciso de uma parceria com alguma operadora de telecomunicações local, como aconteceu com a Telefónica no início do ano, após as inundações que devastaram as ruas de Peru. Com o uso do Project Loon, foi possível cobrir uma área com mais de 40 mil km². A partir da aprovação da FCC na última sexta-feira (6), essa parceria deve ocorrer em breve também em Porto Rico.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário