quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Wi-Fi no avião fará passageiro valer 4 dólares a mais por voo

O que você achou? 
Empresas aéreas vão se beneficiar com taxas de acesso, compras on-line, publicidade e conteúdo premium.


Pegar um avião com Wi-Fi e sinal de banda larga ininterrupto? Com esse serviço, cada passageiro valerá US$ 4 (equivalente a R$ 12) a mais por voo para as companhias aéreas, de acordo com o estudo da provedora de comunicação por satélite Inmarsat.

Conforme a pesquisa, a conectividade durante o voo vai gerar 30 bilhões de dólares para as empresas no ano de 2035, dentro de um mercado global de US$ 130 bilhões, com receita que virá de taxas de acesso, compras on-line, publicidade e conteúdo premium, como os vídeos sob demanda, que se expandem cada dia mais.

Para o CEO da Inmarsat, Rupert Pearce, os passageiros, hoje em dia, já esperam pelo Wi-Fi dentro dos voos, apesar de apenas 53 empresas no mundo oferecerem esse tipo de acesso. Segundo ele, o serviço está longe de ser ‘luxo’ e será uma realidade completa nos próximos 20 anos, de acordo com os estudos.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário