segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Você sabe como pode descobrir se há ou não sinal na sua região?

O que você achou? 
Anatel já oferece o “Serviço Móvel” aos usuários, e pretende criar, em 2017, um novo medidor em tempo real da potência de sinal nas regiões brasileiras.

Você sabia que há uma forma simples de descobrir se existe ou não sinal de celular na sua região? O recurso já é considerado antigo, mas muitos ainda não o conhecem. Trata-se do “Serviço Móvel” da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que monitora a presença do sinal das operadoras Claro, Nextel, Oi, TIM e Vivo em todo o Brasil.

O entendimento da plataforma – disponível para desktop, mas também com aplicativos para Android e iOS – é simples, pois a agência utiliza o Google Maps para marcar as operadoras disponíveis em cada região, assim como a quantidade de estações 2G, 3G e 4G em cada uma delas.

Através do site ou aplicativo, o usuário consegue entender um pouco mais sobre a qualidade de cada operadora, com dados e rankings atualizados mensalmente (mas que costumam ser referentes a dois meses anteriores). Da parte da Anatel, ela se responsabiliza por monitorar os indicadores de acesso e queda das redes de voz e dados de telefonia móvel, que são indicados em percentuais. 

Para facilitar a navegação, a Anatel destaca barras verdes quando as operadoras atingem ou superam a qualidade esperada pelo serviço, seja de voz ou de internet. Já se os valores estão abaixo do aceitável e significam que a operadora não está bem na região, as barras são amarelas. E, claro, as vermelhas vão indicar que o serviço está extremamente ruim na região, com vários problemas de conexão e sem qualidade nos serviços. 

Desde dezembro de 2015, a Anatel disponibiliza a aba “Relatar Experiência”, onde o usuário pode colaborar e acessar os comentários de outros moradores de sua região, com informações como queda de ligação ou de sinal. No entanto, a participação é pequena, uma vez que a Anatel estabeleceu que os comentários só fiquem postados por 30 dias. Assim, os usuários não se confundiriam com as datas e só veriam informações recentes, sobre o último mês. 

De acordo com o portal UOL, com informações da Anatel, a agência pretende criar um novo medidor da potência do sinal das regiões brasileiras, e ainda em tempo real. Para sair do papel e ir para a tela do consumidor, no entanto, falta a aprovação de um modelo de gestão da qualidade, que deve ir para consulta pública ainda neste semestre.

LEIA TAMBÉM:


2 comentários:

  1. Respostas
    1. Em partes, pois desde junho a Anatel não atualiza o cadastro de erbs e cobertura em sua base, sou um entusiasta em telecom e sempre acompanho as mudanças ou adições de torres em minha cidade e estado, e já percebi que aqui mesmo onde moro já foram adicionadas torres e nada das mesmas aparecerem no cadastro. Acho que a crise na Anatel tá tão grande que devem ter demitido os caras do cadastro. Kkkkkkkkk

      Excluir