quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Telebras adia leilão do SGDC para 27 de setembro

O que você achou? 
Estatal prorrogou por um mês o leilão de 33 Gbps de capacidade do SGDC, que passa a ser em 27 de setembro.


A Telebras decidiu adiar para setembro o leilão de capacidade do SGDC (Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações). O evento foi remarcado para 27 de setembro. A empresa venderá dois lotes, que representam 33 Gbps da capacidade total do satélite, que tem 56 Gbps.

A estatal realizou no fim de julho um roadshow (apresentação comercial), onde apresentou o leilão para potenciais investidores. Executivos da empresa visitaram as cidades de São Paulo, Londres e Nova York para divulgar a capacidade de negócios do satélite.

Como já informamos, o SGDC possui 56 Gbps de capacidade. Desse total, 33 Gbps serão leiloados agora em setembro e os 23 Gbps restantes permanecem de posse da Telebras.

O leilão dá licença para uso da capacidade por cinco anos, com opção de prorrogação por mais cinco anos. Quem arrematar o maior lote também fica responsável por prestar serviços à Telebras, alugando equipamentos e infraestrutura para cobrir escolas, postos de saúde, postos de fronteira e o que mais for pedido pelo governo brasileiro.

Outro ponto importante é que os compradores dos lotes terão que atender as metas do "Plano Nacional da Banda Larga", ocupando pelo menos 25% da capacidade com a entrega de banda larga. O edital também permite que as empresas façam consórcios e também possibilita a concorrência de companhias estrangeiras.

Jarbas Valente, presidente interino da Telebras, durante o roadshow realizado em São Paulo, afirmou que o satélite terá um grande impacto na banda larga do país e, pelos cálculos da estatal, o preço do serviço deve cair em até dez vezes.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário