quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Credores da Oi sugerem troca de dívidas por aporte e 88% da empresa

O que você achou? 
Proposta prevê um aporte de capital de R$ 3 bilhões e a troca de R$ 26 bilhões em dívidas por uma fatia de 88% da empresa.

Os dois maiores grupos de credores da Oi, o International Bondholder Committee e o Grupo Adhoc, anunciaram nesta quarta-feira, 23, um acordo para apresentar uma proposta em conjunto para reestruturar a operadora.

A proposta sugere um aporte de capital novo de R$ 3 bilhões garantida por alguns membros do grupo de credores. O acordo também prevê a troca de R$ 26,1 bilhões em débitos da Oi por uma fatia de 88% do capital da operadora, depois dela já estar reestruturada.

O plano é uma tentativa de acelerar a recuperação da empresa e solucionar o processo de recuperação judicial. A proposta inclui agências de crédito para exportação, como a FTI Consulting. Juntos, os grupos possuem mais de um terço do total de débitos da Oi, com R$ 22,6 bilhões declarados no processo de recuperação judicial.

A recuperação judicial da Oi ainda está indefinida, a companhia busca fazer um acordo com os credores para a aprovação do plano de recuperação judicial. Em reunião recente, a Anatel pediu para que a empresa refaça o plano apresentado à agência, pela falta de garantias e por dar possibilidade a possíveis questionamentos financeiros.

A Oi afirmou que não vai se comunicar sobre a proposta enviada pelo grupo de credores a empresa.

LEIA TAMBÉM:


Um comentário:

  1. Deveria vender para quem tem dinheiro para investir nela... uma vai acabar falindo de vez e deixando milhoes de clientes na mão.

    ResponderExcluir