segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Angola Cables deve fazer novos investimentos no Ceará

O que você achou? 
Atualmente, a empresa está envolvida na construção de duas redes de cabos submarinos e um data center na Praia do Futuro, em Fortaleza.


O bom relacionamento da Angola Cables com o Governo do Ceará, principalmente com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do estado, pode render novos frutos. A empresa começou a avaliar a possibilidade de novos investimentos no estado.

Atualmente, a Angola Cables está investindo cerca de US$ 300 milhões em projetos no Ceará. A empresa começou recentemente a construção do cabo de fibra óptica "South Atlantic Cables System" (Sacs), que liga o Brasil à Angola. A companhia é uma das envolvidas na construção do sistema Monet, que deve gerar cerca de 840 empregos, entre diretos e indiretos.

O próximo passo seria investir em uma infraestrutura de apoio para manutenção e suporte dos cabos submarinos que terão base no Ceará. A estrutura seria montada no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP). Executivos da Angola Cables já visitaram o local para analisar se a estrutura é suficiente para suportar o projeto.

A visita foi guiada pelo Secretário do Desenvolvimento Econômico do Governo do Ceará, Cesar Ribeiro, e pela diretoria da Ceará Portos. Do lado da Angola Cables estiveram presentes o CEO da empresa no Brasil, Rafael Pistono, e o diretor técnico da companhia, Fernando Almeida.

Pistono afirmou que a estrutura é suficiente para o novo projeto e que a boa relação com o Governo do Ceará, além da experiência da Angola Cables na construção de data centers e operação de cabos submarinos devem ajudar a proposta a sair do papel.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário