domingo, 23 de julho de 2017

Vivo espera substituir rede de cobre por fibra em até 10 anos

O que você achou? 
Operadora já tem 5 milhões de clientes com infraestrutura em fibra óptica, mas apenas 1 milhão dos usuários tem fibra até dentro do domicílio.


Eduardo Navarro, presidente da Telefônica Vivo, afirmou que em um prazo de 10 anos, a operadora substituirá toda a rede de cobre por fibra óptica. Atualmente, a Vivo tem 3,1 milhões de acessos em redes de cobre, e outros 5 milhões de clientes da companhia já usam rede de fibra, mas apenas 1 milhão dos usuários tem a rede Fiber to The Home (FTTH), chegando até o interior da residência.

Para os outros 4 milhões de usuários, a rede de fibra chega até o gabinete mais próximo da residência e o trecho final é completado com o cabo coaxial, fio de cobre coberto por material isolante e blindado. Os planos da empresa é substituir todas as partes de cobre por fibra nos próximos dez anos.

Considerando todos os provedores de acesso à internet, no Brasil há 24,7 milhões de usuários de banda larga, mas somente 2,2 milhões destes usam o serviço por meio de fibra óptica. Navarro afirmou que  estratégia da Vivo é expandir sua rede 4G, 4G+ e fibra até a casa dos clientes.

O custo para implantação de fibra óptica tem valor alto em relação a redes de cobre. O valor médio da fibra de 16 pares é de R$ 10 por km, já incluindo material e mão de obra. Em média, os provedores gastam R$ 700 por cliente para instalar o equipamento. Para trocar uma rede de cobre por uma de fibra para mil clientes, por exemplo, é preciso investir, em média, R$ 700 mil.

Navarro ressaltou que a economia do país começou a se recuperar, o que deve trazer melhores resultados para a Vivo. Segundo o executivo, a operadora cresceu mais de 200% em quantidade de novos clientes no pós-pago e 40% deles já são atendidos por completo por uma rede de fibra.

LEIA TAMBÉM:



Nenhum comentário:

Postar um comentário