segunda-feira, 17 de julho de 2017

Vivo conquista liderança do 4G na Bahia

O que você achou? 
Operadora conquistou liderança em participação no mercado e na cobertura 4G na Bahia, segundo dados da Anatel


A operadora Vivo conquistou a liderança no mercado e na cobertura 4G no estado da Bahia. Os dados referentes ao mês de maio foram divulgados pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). A operadora assume a liderança total no estado com 26,38% de participação.

Em outros segmentos, a Vivo também lidera no pós-pago com 45,41% de participação, e é líder em cobertura 4G, atendendo a 67 municípios, o que representa 65% da população urbana. O diretor da Vivo no Nordeste, Renato Pontual, afirmou que o resultado foi por conta dos investimentos feitos pela operadora para melhoria e ampliação da cobertura da companhia no estado nordestino.

Os planos de expansão da Vivo na Bahia são audaciosos, visto que a operadora ainda espera ampliar a cobertura 4G para 147 cidades. 

Na internet fixa, a empresa deve ampliar sua cobertura para as cidades de Itabuna e Vitória da Conquista, oferecendo a oito cidades baianas uma rede de ultravelocidade de banda larga. Pelos planos, a Vivo espera chegar a 92,9% da população urbana da Bahia com banda larga fixa.

A Vivo passará de 111 para 402 cidades nordestinas cobertas com 4G e de 1.037 para 1.369 municípios cobertos pelo 3G. Em questão de internet fixa, seis novas cidades da região do Nordeste devem ser atendidas com rede de fibra de última geração até o fim do ano, totalizando 29 municípios na região. A Vivo diz que quer ter a maior e melhor cobertura do Nordeste, chegando a 96,9% da população.

LEIA TAMBÉM:



Um comentário:

  1. A Vivo diz que quer ter a maior e melhor cobertura do Nordeste, chegando a 96,9% da população, porém tem que melhorar a qualidade da rede da internet móvel. Aqui, por exemplo, na cidade onde moro a internet 3G não funciona, mal dar para usar no celular... muita lentidão, horrível, um lixo. a Vivo espera chegar a 92,9% da população urbana da Bahia com banda larga fixa, acho muito difícil isso acontecer, logo quem a Vivo, dificilmente vai cumprir essa promessa... só se for daqui a 20 ou 30 anos.

    ResponderExcluir