quarta-feira, 26 de julho de 2017

TIM triplica lucro no segundo trimestre deste ano

O que você achou? 
Operadora registrou lucro líquido de R$ 219 milhões no segundo trimestre deste ano, contra R$ 74,9 milhões no mesmo período do ano passado.

O lucro da TIM triplicou no segundo trimestre em comparação com o mesmo período do ano passado. O aumento se deve aos cortes em custos de operação e despesas financeiras, e também por ganhos através do segmento de dados móveis.

A TIM informou, na última terça-feira, 25, que o lucro líquido no período foi de R$ 219 milhões, praticamente o triplo em comparação ao mesmo período do ano passado, quando o lucro era de apenas R$ 74,9 milhões.



A receita líquida da companhia cresceu 3,2% no segundo trimestre no comparativo anual, chegando a R$ 3,94 bilhões. O caixa gerado pelo EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 15,5% no período, após a venda de torres de celulares e outros equipamentos.

O crescimento da operadora se deve a uma melhor receita de serviços, que cresceu 5%, com um total de R$ 3,75 bilhões e a contenção em custos operacionais, que caíram 1%, chegando a R$ 2,55 bilhões.

A contribuição dos serviços de pacotes de dados para celulares representou 60% da receita no segmento móvel. Os serviços de valor agregado (SVA), em relação a oferta de dados, cresceu 40,9% no segundo trimestre deste ano em comparação ao mesmo período no ano anterior.

A empresa informou no balanço que a receita de SVA deve crescer ainda mais nos próximos trimestres, já que os pacotes combinados da operadora devem aumentar sua penetração com a expansão da cobertura 4G.

Ainda no balanço, a TIM divulgou que a rede 4G dela cobria 1.850 municípios no fim do período, com o tráfego gerado por celulares representando 71% do total, contra 48% no segundo trimestre do ano passado. A operadora espera aumentar a capacidade e eficiência da rede com a implantação da tecnologia VoLTE, para melhorar a qualidade das chamadas e tentar retomar o uso do recurso.

Reorganização Societária

O conselho de administração da empresa também aprovou nesta semana um plano de reorganização das suas controladas por meio da incorporação da TIM Celular pela Intelig. A reorganização tem como objetivo integrar ações operacionais e financeiras para implantar uma estrutura de processo mais eficiente na empresa.

LEIA TAMBÉM:


Um comentário: