terça-feira, 4 de julho de 2017

Por que aparece a conexão #NET-CLARO-WIFI pública na minha casa?

O que você achou? 
Wi-Fi da NET pode estar usando seu modem para compartilhar internet com outras pessoas gratuitamente; se você já reparou isso, entenda agora como funciona.


Se entre as opções de sua rede Wi-Fi ele já aparece, não sabemos. Mas a verdade é que esse “fantasminha camarada” tem sido alvo de inúmeras reclamações desde que começou a aparecer na casa dos brasileiros: estamos falando do “NET-CLARO-WIFI”, uma rede pública que utiliza o seu modem (se você é um cliente NET) para oferecer conexão gratuita aos outros usuários.

O Minha Operadora resolveu reunir algumas informações sobre a rede para que você saiba o que é, como funciona, se é possível apagá-la e se você está sendo prejudicado ao deixá-la ativa.

O que é a rede #NET-CLARO-WIFI?

Nada mais é do que um serviço da NET e da Claro que compartilha a internet do cliente com outras pessoas, priorizando a conexão gratuita e ilimitada fora de casa aos clientes NET Vírtua a partir de 5 MEGA, Claro pós-pago com pacote de dados acima de 500 MB ou Claro Banda Larga com planos acima de 2 GB.

Mas se você é cliente NET, por exemplo, a empresa também já pode estar usando o seu modem para transmitir uma segunda rede sem fio aos outros usuários.

Essa segunda rede é uma conexão gratuita, que possibilita maior acesso à internet em todo o Brasil. Recentemente, a empresa anunciou que já existem 3 milhões de roteadores com essas redes paralelas, e o serviço também já está disponível em grandes aeroportos do país.

A ideia é que o consumidor possa encontrar uma rede Wi-Fi pública dessa ao andar pela cidade ou visitar um amigo, e que, com seu login e senha, tenha acesso ilimitado à internet e sem descontar do pacote de dados do celular.

Acontece que, quando as pessoas visitam a sua região, o mesmo acontece: a NET usa seu modem para compartilhar a internet com as outras pessoas – sejam elas conhecidas ou não, com o seu consentimento ou não. E é esse o principal problema, que fez com que centenas de brasileiros entrassem em sites como o Reclame Aqui ou em fóruns especializados para reclamar da conexão e espalhassem a confusão em relação ao serviço pela internet: simplesmente porque não sabiam da existência dessa nova rede compartilhada.

Como funciona a rede #NET-CLARO-WIFI?

De acordo com a NET, o ponto funciona a partir do modem de cada cliente e permite a transmissão de um sinal separado de sua rede particular para ser usado por outros clientes NET e Claro. De fato, eles podem conectar-se à rede com login e senha e adquirirem acesso gratuito à internet, mesmo que estejam fora de casa. Porém, os não-assinantes também podem acessar por tempo determinado ou através de uma compra de até uma semana.

Veja os preços que aparecem na autenticação da rede:

  • Acesso por 30 minutos: Grátis
  • Acesso por 2 horas: R$ 4,90
  • Acesso por 1 dia: R$ 9,90
  • Acesso por 7 dias: R$ 14,90

Ou seja, qualquer um pode acessá-la, mesmo que não seja um cliente NET ou Claro. O que vai mudar é a gratuidade ou não do serviço.

A NET/Claro garante que a rede é segura e não afeta a conectividade nem velocidade da rede privada, embora recomende que o cliente use o próprio Wi-Fi quando estiver em casa. O que pensam alguns clientes, por outro lado, é totalmente o oposto: que a conexão não é segura, que o sinal passou a cair com frequência após a entrada do #NET-CLARO-WIFI em sua casa, que estão utilizando sua energia para compartilhar serviços com outros clientes, entre outras queixas.

A boa notícia é que aqueles que sentem algum incômodo após a entrada desse novo ponto de acesso poderão desabilitar o modem de sua casa para terceiros. Basta entrar na área NET WIFI no site da NET e acessar a aba “Minha Conta”, ou ligar para o atendimento (3003-3448 nas capitais ou 0800 725 4114 em outras cidades).

De toda forma, a NET destaca que o serviço é importante para ampliar os pontos de acesso de banda larga no Brasil, e que quanto mais pontos estiverem ativos, maior será o alcance.

LEIA TAMBÉM:


10 comentários:

  1. Tudo é válido, mas sempre com o consentimento do cliente, e , por que não dar um desconto na conta para ele poder aceitar fazer parte dessa rede ?

    ResponderExcluir
  2. Tecnicamente o modem não é do cliente é comodato , e quem pode ganhar com isso ? Muitos ..senão todos. E quais são os malefícios ??? Digam...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edward, o modem pode ser comodato, no entanto você aceitaria, sabendo ou não , que sua banda está sendo compartilhada entre outras pessoas. O pior, será que se alguém que você nem conhece usar sua conexão pra fazer alguma cagada, você será penalizado ? Sou plenamente a favor de novas formas de conexão, sempre. Más a coisa precisa ser transparente. Pelo que entendi na matéria a maioria que tem essa tal rede pública no modem nem sabe que esta participando disso. Se eu aceitaria ? Talvez. Precisava ter mai informações sobre isso.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Junior JJfe A rede não usa a banda do cliente, é uma subrede independente com banda e interface própria. Quem reclama desse tipo de serviço ou faz por ignorância ou por pura desinformação. Seria como se você tentasse impedir que a iluminação do poste em frente a sua casa iluminasse a casa dos vizinhos...

      Excluir
    4. Wacken, discordo.
      Está sendo utilizado o modem que, apesar de ser comodato, este (o comodato) é pago por você,
      logo é para seu uso exclusivo e não compartilhado com terceiro "for free".
      Utilizando sua analogia, seria como o vizinho puxar um "rabicho" da luz da sua varanda, sem pagar por isto, pois a energia também não lhe pertence, é da concessionária.
      Saudações

      Excluir
  3. No começo achei estranho, mas depois que procurei informações e conseguir navegar no wifi em quase todo lugar que vou, acho ótimo este serviço. Penso que todos deveriam aderir. O fato da net cobrar pelo serviço ai deveria ter uma compensação ao cliente.

    ResponderExcluir
  4. A velocidade de conexão se mantém a mesma, independente de quantos estiverem pendurados no meu Moden, estando na rua?? Eis a questão...

    ResponderExcluir
  5. Algo que não comentaram: Independente de ser uma sub-rede ou não, não tem como evitar que o potencial do sinal da antena estará sendo dividida entre a sua rede e a #Net-Wifi, sendo que poderia estar 100% dos esforços somente na sua rede.

    ResponderExcluir
  6. E a questão de segurança, pessoas desconhecidas tendo acesso ao roteador...

    ResponderExcluir