quinta-feira, 20 de julho de 2017

Operadoras pedem novo modelo de qualidade com ranking de desempenho

O que você achou? 
Principais operadoras pedem menos indicadores, que sejam de fácil entendimento para os consumidores e avaliação por um ranking de resultados.

As principais operadoras do país: TIM, Claro, Telefônica Vivo e Oi defendem posições semelhantes em relação as regras atuais e novas regulamentações dos serviços do setor de telecomunicações. As companhias pedem um novo regulamento de gestão de qualidade, que já está em debate na Anatel, que se baseie em um número menor de indicadores, e que esses indicadores sejam de fácil entendimento para os consumidores, já que hoje são muito técnicos.

As operadoras também propõem que haja um ranking  de desempenho das empresas para orientar os consumidores na hora de escolher qual serviço contratar e que o modelo de qualidade seja pensado visando o futuro do setor. A elaboração do novo modelo de gestão de qualidade está a cargo do conselheiro da Anatel, Igor Freitas, e depois de debatido com o conselho diretor da agência, deve ir a consulta pública.

As companhias também pedem que haja um regulamento unificado, já que a oferta de serviços é cada vez mais igual. Para o gerente de universalização e qualidade regulatória da Oi, Carlos Vasconcelos Galvão, os indicadores do novo modelo de qualidade devem ser baseados em características regionais, de rede e de logística.

As operadoras também pedem que o prazo para implementação do novo modelo seja viável.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário