segunda-feira, 31 de julho de 2017

NET terá canal exclusivo para doações ao Criança Esperança

O que você achou? 
Até 28 de setembro, clientes NET HD poderão realizar doações diretamente pelo controle remoto. Conheça também os custos da doação por telefone.


Assim como no ano passado, a NET vai dedicar, em 2017, um canal exclusivo para as doações ao Criança Esperança, campanha brasileira de mobilização social para ajudar projetos envolvendo crianças e jovens brasileiros. A ação é organizada pela Rede Globo desde 1986, e tem parceria com a UNESCO – Órgão das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

Os clientes NET HD poderão, até o dia 28 de setembro, realizar uma doação de forma mais simples usando o controle remoto. Segundo o anúncio, o acesso poderá ser feito pelo canal 251, e bastará escolher na tela o valor que pretende doar, que pode ser de R$ 7,00, R$ 20,00 ou R$ 40,00. Após selecionada a opção, a doação será descontada na próxima fatura do cliente, com valor transferido diretamente para a UNESCO.

Com a iniciativa, o Instituto NET Claro Embratel quer reforçar a responsabilidade social com projetos associados ao desenvolvimento e bem-estar de crianças e jovens e, consequentemente, do Brasil. No total, 4 milhões de crianças e adolescentes no país foram beneficiados com o projeto, que arrecadou R$ 330 milhões.

O Criança Esperança deste ano foi lançado oficialmente no último sábado (29) e, para aqueles que não são clientes da NET, mas querem usar o telefone para realizar a doação, os números são:

  • 0500 2017 007 para doar R$ 7;
  • 0500 2017 020 para doar R$ 20;
  • 0500 2017 040 para doar R$ 40.

Acima deste valor, será necessário acessar o site do Criança Esperança e registrar a doação, que poderá ser feita através de boleto bancário, cartão de crédito ou débito. Vale lembrar que, através do telefone, os custos da ligação definidos pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para doações pelo 0500 são de R$ 0,39 o minuto com chamadas feitas pelo telefone fixo e R$ 0,71 pelo celular.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário