quarta-feira, 12 de julho de 2017

Jovem de 14 anos morre eletrocutada ao usar celular no banho

O que você achou? 
Avó da menina apoia a divulgação do caso para conscientizar as pessoas sobre os perigos do uso de celulares conectados à tomada.


O último domingo (9) teve o uso do celular marcado como uma história triste no estado do Novo México, nos Estados Unidos. Madison Coe, uma menina de 14 anos, morreu eletrocutada ao usar o celular durante o banho.

Apesar de não haver a confirmação exata da causa, Madison foi encontrada na banheira da casa do pai com a mão queimada, indicando duas possibilidades. A primeira, que poderia ter conectado o carregador na tomada assim que entrava na banheira, e a segunda, que poderia ter pego o celular enquanto ainda estava na água, dentro da banheira.

Donna O’Guinn, a avó da menina, acredita que a fatalidade aconteceu pela neta tentar pegar o celular durante o banho, uma tragédia que “não precisa acontecer com mais ninguém” e que deve servir como um alerta para que as famílias aconselhem os filhos a não utilizarem aparelhos eletrônicos durante o banho.

Apesar da dor por perder Madison, a avó da adolescente comentou ao canal KCBD-TV que a família espera que algo de bom ainda possa ser retirado dessa história. É justamente o uso do celular enquanto está conectado na tomada o alerta a que ela se refere. “É reconfortante saber que há pessoas por aí que nós não conhecemos e que provavelmente nunca encontraremos que recebem essa mensagem e a compartilham para proteger outra criança ou mesmo um adulto”, disse Donna.

Entre as principais dicas de segurança para uso do celular, ainda estão o uso de baterias e carregadores originais da fabricante, evitar carregá-lo perto de inflamáveis, verificar a instalação elétrica da casa frequentemente, não tocar no celular com as mãos molhadas enquanto estiver carregando, assim como não carregá-lo em ambientes com vapor, como no banheiro.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário