segunda-feira, 24 de julho de 2017

Anatel deve intervir na Oi se recuperação judicial não der certo

O que você achou? 
Ministro Gilberto Kassab afirmou que a atuação da Anatel na Oi depende de como a empresa vai reagir as fases decisivas de sua recuperação financeira.


O Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, afirmou nesta sexta-feira, 21, que uma possível intervenção da Anatel na operadora Oi depende de como a empresa enfrentará as fases decisivas do processo de recuperação judicial que está em andamento.

A companhia tem mais de 55 mil credores e a Assembleia Geral que acontece no próximo mês de setembro visa aprovar o plano de recuperação judicial financeira da empresa. Nesta semana, o Conselho Diretor da Oi aprovou as diretrizes da capitalização de R$ 8 bilhões, que será discutida com os credores para definir os caminhos da recuperação financeira da operadora.

A dívida da Oi está na casa dos R$ 63 bilhões. Kassab ressaltou que a expectativa é que a companhia telefônica possa se recuperar sem grandes dificuldades para que não seja necessária a intervenção da Anatel, mas afirmou que se a recuperação não trouxer os resultados esperados, tudo indica que a agência intervirá nas ações da empresa.

A Anatel afirma que as operações da Oi estão acontecendo normalmente e que somente oferecendo riscos a empresa é que a agência intervirá de forma direta no processo. Uma reunião entre representantes do órgão e da empresa deve acontecer em agosto para definir a posição da companhia no processo.

LEIA TAMBÉM:



Nenhum comentário:

Postar um comentário