segunda-feira, 19 de junho de 2017

Vídeos terão 50% de crescimento em dispositivos móveis por ano

O que você achou? 
Veja as previsões da Ericsson em relação ao consumo de dados móveis por vídeo, áudio, download e compartilhamento de arquivos.


Quando se trata de consumo de dados em dispositivos móveis – celulares, tablets, notebooks – o acesso aos vídeos é o que mais vai crescer nos próximos anos. De acordo com levantamento da Ericsson, o crescimento será de 50% por ano até 2022, em escala mundial. Em seis anos, o tráfego saltará de 8,8 EB (Exabyte) por mês para 71 EB.

Entre os dispositivos móveis, a empresa de tecnologia avaliou que as pessoas preferem utilizar os tablets para assistir aos vídeos de maior duração, enquanto que, para vídeos curtos, optam pelos smartphones.

Apesar de ser um grande responsável por consumir os dados dos usuários, o YouTube é o principal meio de acesso, chegando a ocupar entre 40% a 70% da navegação em vídeo. Do total de usuários analisados, 70% acessam a rede ao menos uma vez por semana.

A Netflix também responde de 10% a 20% da navegação em vídeo por dados móveis, mas apenas em países onde já funciona há mais tempo.

A Ericsson também analisou quais outras aplicações geram maior tráfego nas redes móveis. Disparando na segunda posição, claro, estão as redes sociais, que vão crescer em média 38% ao ano. Em seguida, nos crescimentos médios anuais de uso de dados móveis entre 2016 e 2022, vêm os áudios (34%), download de softwares (32%), navegação na web (22%) e compartilhamento de arquivos (19%).

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário