quarta-feira, 7 de junho de 2017

Venda de celulares cresce 25,4% no Brasil

O que você achou? 
Mais de 11 milhões de smartphones foram vendidos no primeiro trimestre do ano; receita total foi de R$ 13,3 bilhões.


A venda de celulares no Brasil cresceu 25,4% no primeiro trimestre de 2017, segundo estudo da consultoria IDC Brasil. Nesse período de janeiro a março, foram comercializados 12,4 milhões de aparelhos. Para a IDC, a estabilização do dólar, a manutenção dos preços de novos modelos e o saque do FGTS foram os principais motivos para o crescimento.

Do número total divulgado pelo IDC Mobile Phone Tracker Q1, 1 milhão de aparelhos vendidos foram feature phones, ou seja, aqueles intermediários entre smartphones e celulares comuns. Nesse caso, não houve crescimento. Porém, o número de smartphones entre os brasileiros cresceu ainda mais: 11,4 milhões, ante 9,3 milhões em 2016.

Em relação à movimentação na receita, os smartphones foram os responsáveis por movimentar R$ 13,3 bilhões, representando um aumento de 22,6% em comparação ao primeiro trimestre do ano passado, com R$ 10,9 bilhões em receita. Já os celulares básicos registraram baixa de 22%, uma vez que movimentaram apenas R$ 108,7 milhões em 2017 e R$ 139,4 milhões em 2016.

Para o analista de pesquisa do mercado de celulares da IDC para América Latina, Leonardo Munin, “o pior momento do mercado de celulares no Brasil, vivido no início de 2016, foi superado. E dos últimos dez meses, em nove houve aumento de vendas”.

Visão otimista sobre 2017

A IDC Brasil pareceu otimista sobre o ano de 2017. No mercado total de celulares, espera-se um aumento de 7,2%. Segundo Munin, até o fim do ano a expectativa é que o Brasil venda 47 milhões de smartphones e 4,2 milhões de celulares básicos, os chamados feature phones.

“As fabricantes estão com estratégias bem competitivas (...) Além disso, temos uma base de 121 milhões de smartphones no Brasil e o número de aparelhos antigos é grande. Isso pode fazer com que os usuários busquem modelos mais novos e, consequentemente, impulsione as vendas”, afirma Munin.

LEIA TAMBÉM:


Um comentário:

  1. O Temer mandou soltar o FGTS inativo, o povao ta pagando as contas e voltando a comprar aos poucos.

    ResponderExcluir