sexta-feira, 30 de junho de 2017

TIM ativa 4G na faixa de 700 MHz em sete capitais

O que você achou? 
Veja quais cidades recebem a nova frequência, que promete quadruplicar o alcance de sinal aos clientes e aumentar ainda mais a velocidade da internet móvel.


A TIM anunciou, nesta sexta-feira (30), a ativação do 4G na faixa de 700 MHz em mais sete capitais brasileiras: Recife (PE), Fortaleza (CE), Maceió (AL), Natal (RN), Macapá (AP), Boa Vista (RR) e Rio Branco (AC).

O serviço, que já está funcionando nessas capitais, faz com que a operadora seja a primeira a liberar o 4G em 700 MHz nessas cidades, mesmo com o sinal analógico de TV aberta ainda em funcionamento. A adoção da tecnologia não altera os preços nas ofertas de dados.

E por que essa frequência de 4G tem sido tão falada nos últimos tempos? Porque é ela a responsável por permitir maior alcance de sinal – inclusive em lugares fechados – e também pretende aumentar a velocidade dos clientes de telefonia móvel. Para se ter uma ideia, comparada à faixa de 2600 MHz, sua cobertura pode ser quatro vezes maior.

“Com a ativação do 4G na frequência de 700 MHz, o refarming da faixa de 1.800 MHz e a introdução de novas tecnologias, como o VoLTE e ViLTE, vamos reafirmar cada vez mais nossa liderança e expandir o alcance e a qualidade da banda larga móvel no Brasil”, afirma o CTO da TIM Brasil, Leonardo Capdeville, que espera que a empresa aumente a cobertura 4G indoor de 50% para 95%.

A TIM ativa a tecnologia após a liberação da EAD para que seus clientes possam adquirir o benefício antecipadamente. Segundo a operadora, os resultados têm sido positivos em outras cidades: em menos de um mês, por exemplo, houve aumento de 60% do tráfego 4G em Brasília, com 30% de clientes a mais na rede.

Outras cidades que apresentam crescimento com o 4G na faixa menor de 700 MHz são Campo Grande (MS), Teresina (PI) - a primeira da região nordeste a recebê-lo -, Rio Verde (GO), Uberlândia (MG) e Cacimbas (PB). Para adquirir o direito de operar na frequência de 700 MHz, a TIM investiu R$ 2,85 bilhões.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário