quarta-feira, 14 de junho de 2017

TIM apoia a inclusão de surdos com app que traduz Libras em áudio

O que você achou? 
Operadora vai apoiar a distribuição do app "Giulia - Mãos que Falam" em todo o Brasil.


E se houvesse um aplicativo onde as pessoas pudessem entender a Língua Brasileira de Sinais praticada por pessoas com deficiência auditiva? Pois este serviço já existe: é o chamado “Giulia – Mãos que Falam”. Utilizando a inteligência artificial no smartphone, que fica preso ao braço do usuário, o aplicativo capta a comunicação por gestos e a traduz instantaneamente em áudio para o português.


A grande novidade é que a operadora TIM, nesta terça-feira (13), anunciou que vai apoiar o projeto e distribuir o app – disponível para download no Google Play Store – como ferramenta entre seus clientes do mercado corporativo. A iniciativa fará com que o “Giulia” esteja disponível em todo o Brasil, proporcionando a inclusão de surdos e incentivando um ambiente de trabalho mais inclusivo na própria empresa de telefonia.

Este é mais um projeto a ser incluído no programa da "TIM Open Innovation", que busca a parceria com empresas interessadas em negócios complementares. Como o projeto de leitura de emoticons para pessoas cegas lançado no ano passado, a TIM busca avançar em ações de inclusão através do avanço da tecnologia.

Falando em inclusão, a empresa também destaca que está contratando profissionais com deficiência no Brasil, a fim de integrar funcionários e abrir caminhos para todos.

Ainda sobre o sistema Giulia, ele foi criado pelo Prof. Dr. da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Manuel Cardoso. Para ele, a ação é importante porque diminui as dificuldades encontradas entre as pessoas com deficiência auditiva e que, muitas vezes, não conseguem ser alfabetizadas devido a condição social.

Assista ao vídeo e entenda como o “Giulia – Mãos que Falam” funciona:


LEIA TAMBÉM:


Um comentário:

  1. Poderiam ter colocado Deficientes Auditivos ao invés de Surdos...só acho!

    ResponderExcluir