sexta-feira, 16 de junho de 2017

Tarifas de Roaming deixam de ser cobradas na Europa

O que você achou? 
Agora é possível fazer chamadas, mandar mensagens e navegar na internet pelo mesmo preço em 28 países europeus.

O setor de telefonia celular na Europa alcançou um grande marco nesta quinta-feira (15/06): foi a data em que as tarifas de roaming entre as operadoras europeias foram totalmente abolidas. Agora, um único chip permite que os cidadãos utilizem serviços de chamadas, mensagens e dados de internet pelo mesmo valor nos 28 países europeus.

Há quase 500 milhões de usuários de celular na Europa, que esperavam ansiosos pela decisão de uma antiga discussão para acabar com a sobretaxa de roaming, que, agora aprovada, vai lhes garantir uma boa economia. Vale lembrar que a medida permite a utilização casual, não podendo ser permanente.

Enquanto que, antes, uma chamada curta custava dois euros (equivalente a R$ 7) + tarifas extras se realizada em país fora do registro original, hoje, um usuário de Portugal, por exemplo, pode viajar para a França, Itália ou Espanha e fazer chamadas sem custo adicional para seu país. E isso vale para qualquer viagem dentro do continente.

Várias associações comemoraram o fim do roaming na Europa, alegando que a taxa era abusiva para os consumidores e que a medida passa a ser transformadora no setor. Por outro lado, algumas organizações afirmam que a economia não será tão grande assim, uma vez que grandes operadoras já vêm aumentando os preços de seus serviços regularmente, como acontece na Espanha. 

No entanto, a Comissão Europeia garante que irá vigiar as tendências de aumentos de preços nacionais ainda mais a partir de agora, garantindo que não haja violação à proteção do consumidor.

Quanto às operadoras, ainda não têm uma definição exata de quanto o fim do roaming pode representar em seus custos. As previsões desse impacto variam entre 1,2 bilhão de euro, de acordo com a Comissão Europeia, até 7 bilhões de euros, segundo a organização patronal europeia Etno.

Veja o comunicado feito em conjunto pelo Parlamento, Conselho e Comissão europeus:

“A União Europeia tem como finalidade unir os cidadãos e facilitar suas vidas. O fim das tarifas de roaming é uma autêntica história europeia de sucesso. De agora em diante, os cidadãos que se deslocarem pela União poderão realizar chamadas, enviar mensagens de texto e se conectar com seus celulares ao mesmo preço que em seu país de origem. A eliminação das tarifas de roaming é uma das maiores e mais tangíveis conquistas da UE”.

O que muda para os brasileiros?

Além de incentivar a discussão sobre o tema das altas cobranças de roaming internacional, o fim do roaming na Europa pode beneficiar os brasileiros viajantes, que agora não precisam comprar mais de um chip ao viajar para mais de um país europeu e ter acesso à internet ou às ligações.

LEIA TAMBÉM:


Um comentário:

  1. A comunicação, um bem essencial, algo hoje, prioritário. Deveria ter isenção de impostos e por outro lado as operadoras praticar um preço justo e sustentável aos seus negócios. É uma vergonha, por exemplo, a Vivo cobrar a mais por minutos Offnet nos dias de hoje. Mercado sim, más exploração é inadimissivel.

    ResponderExcluir