domingo, 14 de maio de 2017

Operadoras usam prática que ativa serviços sem autorização do usuário

O que você achou? 
Cuidado! Canais USSD de Vivo e Claro aproveitam a falta de atenção do consumidor para venderem produtos e serviços sem autorização.





A regra da Anatel é clara: "Quando você pagar valores cobrados indevidamente, terá direito ao dobro do que pagou em excesso, acrescido de correção monetária e juros legais. O valor deve ser devolvido, a seu critério, na próxima conta (pós-pago), por meio de créditos com validade mínima de noventa dias (pré-pago) ou por pagamento via sistema bancário."


Muita gente sequer sabia desse direito e quando tem conhecimento, é raro encontrar paciência para entrar em contato com a central de atendimento da empresa de telefonia e muitas vezes ter que provar ao atendente que esse direito existe e deve ser cumprido. Contudo, apesar de a regra existir, algumas operadoras parecem não se preocupar em evitar os alegados erros sistêmicos, que, por coincidência ou não, sempre ocorrem para prejudicar o consumidor.

A exploração de serviços de interatividade mobile está se tornando uma praga. São tantos números de mensagens para concorrer a prêmios em sorteios - a propósito, sorteios esses que ninguém nunca conhece um ganhador -; consultar o horóscopo do dia; saber o grau de compatibilidade com uma pessoa que está interessado(a); saber se vai chover ou fazer sol... enfim, são muitos serviços inúteis que são líderes em queixas de cobrança indevida. 

Pior ainda, existem operadoras que ainda aceitam correr um risco maior de receber reclamações, como é o caso da Vivo, que tem o costume de exibir mensagens como essa na tela de celular dos seus clientes:


Imagine que você está na correria do dia a dia e a tela do seu smartphone acende com uma mensagem que salta sobre a tela com uma "oferta imperdível". A reação natural das pessoas após ler a mensagem é simplesmente apertar no 'OK', para que a mensagem suma. Mas aí que está a surpresa! A tecla OK faz a mensagem desaparecer da tela e deixa o smartphone livre para uso, mas também assina o serviço ou promoção oferecida no pop-up.

A tática utilizada pela operadora é muito inteligente, mas ao mesmo tempo perigosa. Inteligente pois praticamente faz com que a grande massa de usuários que recebem esse 'broadcast' aceitem a oferta proposta; perigosa pois, ao notar que a linha passou a ser tarifada por um serviço que não lembra de ter ativado, é natural que alguns (não todos - o que já se torna uma vantagem para a empresa) entrem em contato reclamando da cobrança.

Não seria melhor evitar mais uma reclamação de cobrança indevida e posteriormente a devolução do valor cobrado em dobro, o que é natural que ocorra? Parece que a Vivo discorda e, assim como ela, a Claro é outra operadora que também discorda desse pensamento e utiliza a mesma tática.





Enquanto ninguém das operadoras se pronuncia, o consumidor continua desesperado em ter que reclamar ao ver que foi tarifado por coisas que não utilizou. Parece óbvio que o justo é você apenas pagar pelo que utilizar ou contratar, mas só quem já tentou provar para um atendente que não comprou, ativou, navegou ou ligou, na intenção de ter o gasto ressarcido, sabe o medo de nunca mais ver seu saldo ou conta restabelecida.

LEIA TAMBÉM:


9 comentários:

  1. A Vivo ativa sempre indevidamente o meu serviço de caixa postal.
    Eu desativo, pouco tempo depois vejo essas mensagens de áudio chegando novamente.

    ResponderExcluir
  2. Não é somente a Vivo e a Claro, a TIM também está com essa P-U-T-A-R-I-A. Recebia direto esses pop-up indesejados na tela do meu aparelho, graças a Deus amanhã (15), ocorre a minha portabilidade e vou sair dessa operadora maldita

    ResponderExcluir
  3. "A regra da Anatel é clara", a regra da Anatel não, e sim o CDC que é uma lei federal (8.078/90)

    ResponderExcluir
  4. Ao menos a Oi nesse ponto nunca me passou a perna, nunca cobrou nada que eu nao tivesse pedido. Ja a Claro toda hora envia sms com jogos, dicas, horoscopo... e acaba com os creditos.

    ResponderExcluir
  5. Verdade, a Vivo usa aquela tática do " VAI QUE COLA...", eu tinha um plano exclusivamente de internet no modem, então nem tinha essa desculpa de eu ter ativado sem querer na tela, simplesmente porque não tinha tela, era só pra pegar o chip e usar no modem mesmo, de vez em quando apareceria assinatura que eles intitulavam como "serviços de terceiros", mas esses " terceiros" era a própria Vivo, já apareceu de tudo pra mim: De assinatura de antivírus a assinatura de vídeos pornô, ao reclamar esse pediam desculpa, diziam que havia bloqueado pra não acontecer de novo, mas acontecia, sempre acontecia, num intervalo de 4 em 4 meses, até que cancelei, nas outras também existe, mas a Vivo é a pior de todas nesse quesito.

    ResponderExcluir
  6. engracado qur essas propagandas aumentam quando o aparelho é mais simples. provavelmente pra pegar os mais humildes. tudo arquitetado pra parecer legítimo. esses dias precisei trocar meu chip de aparelho por uns dias... chegava msg direto. quando voltei pro meu aparleho melhor... parou. isso quando vc nem aperta nada e eles alegam que vc contratou mesmo assim. ja tiveram a cara de pau de dizer que eu assinei contrudo pago da playboy... liguei la... teimaram que eu tinha contratado.... tanto conteudo gratis por ai.... nem se eu quisesse playbiy eu iria assinar "torpedo da playboy" com papeis de parede e micro videos... sssrsrsrs

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. No meu caso, na TIM mesmo aparecendo esses pop-up´s indesejáveis, e caso ocorra de eu clicar OK, não ativa o serviço, porque eu já liguei na operadora e solicitei o bloqueio de todas as assinaturas, seja via chip ou por sms.
    Então não existe mais esse risco.

    ResponderExcluir
  9. Quando as operadoras comessarem a ter prejuízo com uma avalanche de ações na justiça por abuso aí elas vão desistir, mas enquando nós formos deixando isso sempre pra lá elas vão se aproveitado dessa nossa falta de iniciativa.

    ResponderExcluir