quarta-feira, 31 de maio de 2017

Cronograma de implantação da TV digital sofre alterações

O que você achou? 
Cidades de vários estados terão o prazo limite para desligamento da televisão analógica estendido.

Na última segunda-feira (29), o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações publicou uma portaria onde é anunciada a alteração do cronograma previsto anteriormente para desligamento do sinal analógico em grandes cidades brasileiras.

A TV aberta em Fortaleza e Salvador, que deixaria de ter o sinal analógico em julho, agora teve o prazo prorrogado para setembro. Em Belo Horizonte, o prazo que também era para julho vai se estender ainda mais, com previsão de desligamento para a segunda a segunda semana de novembro. Por fim, no interior de São Paulo que o prazo era um pouco mais largo, com previsão para setembro, o desligamento foi adiado para a última semana de novembro.

A mudança visa atender à proposta do Gired (grupo de implantação da TV digital) apresentada pela Entidade Administrativa da Digitalização (EAD). O grupo afirmou que existem dificuldades na produção de kits para recepção do sinal digital, composto por uma antena, um conversor do sinal analógico para o sistema digital e um controle remoto.

Mais uma razão para o adiamento se deve a algumas emissoras de TV, que tiverem problemas para finalizar as alterações técnicas e realizar instalações de estações de televisão em Belo Horizonte e no interior de São Paulo.

No entanto, o calendário de desligamento para o dia 31 será mantido em Goiânia e mais 28 cidades do estado de Goiás. A última notificação da EAD apontava pela distribuição de 338,9 mil kits às famílias do Cadastro Único de programas sociais do governo federal, o que representa 117% do total da base prevista de 290,4 mil famílias nas 29 cidades goianas.

Em pesquisa realizada para saber sobre o alcance do sinal digital apresentado no final de março, 79% dos domicílios já eram considerados aptos a receber a programação digital da TV aberta.

LEIA TAMBÉM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário