domingo, 7 de maio de 2017

Brasil lança satélite para ampliar a banda larga

O que você achou? 
Denominado SGDC, satélite de R$ 2,8 bilhões ainda beneficiará áreas civis e militares no país.


Satélite Geoestacionário Brasileiro de Defesa e Comunicações Estratégicas, mas pode chamá-lo de SGDC. Este é o nome do satélite lançado na última quinta-feira (04/05) na base espacial de Kourou, na Guiana Francesa – o primeiro inteiramente controlado pelo governo brasileiro.

Fabricado pela empresa francesa Thales Alenia Space, ele ficará posicionado a uma distância de 36 mil quilômetros da Terra e, de acordo com a Telebras, o projeto custou R$ 2,8 bilhões. Seu grande propósito é expandir a internet de banda larga no Brasil, especialmente nas áreas mais remotas, onde há acesso restrito. Segundo o governo brasileiro, há expectativas de que essa ampliação comece a ocorrer a partir de setembro.



Além disso, o novo satélite oferecerá maior segurança para fins civis e militares, passando a garantir um meio nacional e confiável de transferência de dados e informações. Com isso, não será mais necessário utilizar sinal de satélites privados de empresas estrangeiras, como acontecia até então.

O lançamento, que ocorreu justamente na véspera do Dia Nacional das Comunicações, é um verdadeiro marco para o aprimoramento de telecomunicações no país. O uso do satélite ainda beneficiará áreas como a saúde, por exemplo, que terá mais conexão em Unidades Básicas de Saúde do SUS. Para a vigilância das fronteiras e do espaço aéreo, a previsão é de que seja utilizado já a partir do próximo mês.

Redator em treinamento. Que nota este artigo merece?

LEIA TAMBÉM:


3 comentários:

  1. Gostei do artigo. Informação em primeira mão

    ResponderExcluir
  2. Espero que seja pra internet mesmo, e não pra espionar e censurar o povo.

    ResponderExcluir