sábado, 15 de abril de 2017

TIM anuncia Daniel Cardoso como seu novo Diretor de Marketing

O que você achou? 
Ex-diretor de marketing da Vivo, Daniel Cardoso agora é responsável direto pelo desenvolvimento de promoções da TIM. Será que muita coisa vai mudar?

Daniel Cardoso é o nome do novo Diretor de Marketing da TIM Brasil. O anúncio foi feito pela companhia nesta quinta-feira (13). O executivo responderá pela comunicação da empresa com o consumidor, manutenção da marca, elaboração de promoções, serviços de valor adicionado (VAS) e venda de aparelhos.

Na visão de Daniel, a TIM está deixando de priorizar somente número expressivo de participação de mercado. Agora o foco principal é no segmento pós-pago, porém buscando manter a liderança no pré-pago. "Vamos aproveitar esse bom momento para construir uma atuação ainda mais coordenada com a visão estratégica da companhia e, assim, focar nos segmentos de maior valor e na rentabilização da base", assegura.

Cardoso é experiente no setor. Já passou 10 anos na Telefônica/Vivo, onde atuou como chefe na Diretoria de Marketing (CMO) e de Estratégia e Performance (CSO). Foi ainda Diretor Executivo de Estratégia e Atacado na operadora.

O último cargo de Daniel Cardoso na área de telecomunicações foi na empresa de cabos submarinos Globenet, onde foi Diretor de Desenvolvimento Corporativo.

LEIA TAMBÉM:


4 comentários:

  1. Muito trabalho em Marketing a ser feito para reverter a imagem de que a TIM não pega em alugar algum.

    ResponderExcluir
  2. Verdade, não sei porque a tim não enxergou e enxerga até hoje que cobertura é tudo, a vivo hoje é lider por isso, aonde a gente vai o celular dela dá sinal. Ahhhh se a tim tivesse a cobertura que a vivo tem... Com esses planos e promoções não precisaria fazer nenhum marketing.

    ResponderExcluir
  3. Agora e aumentar a cobertura da Tim, principalmente nas cidades onde só a Vivo atua, em cidades pequenas, rodovias e etc, pois a Tim tem promoçoes e pacotes melhores que a Vivo é outras operadoras.

    ResponderExcluir
  4. O Ministério Público Estadual, a Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas (OAB/AL) e o Procon ajuizaram na última terça-feira (13/03) ação civil pública coletiva com pedido de antecipação dos efeitos da tutela contra a empresa de telefonia TIM Nordeste Telecomunicações S.A, pela má qualidade de serviços prestados pela operadora.
    A ação foi subscrita pelos promotores de Justiça Max Martins de Oliveira e Silva e Denise Guimarães de Oliveira, da Promotoria Coletiva Especializada da Defesa do Consumidor da Capital, e Delfino Costa Neto, do Núcleo de Defesa do Consumidor; e também pelo presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB/AL, José Tenório Gameleira, e pelo superintendente do Procon, Rodrigo Santos Cunha.
    O processo está tramitando na Justiça Estadual sob o nº 0704714-11.2012.8.02.0001.
    A TIM cobrou em meu cartão de crédito e depois mandou a fatura dizendo que eu estava devendo e cancelou meu plano.
    Vou levar o caso para delegacia e depois para a OAB e depois para o Procon e depois para o Ministério Público.
    Comprei outros planos da TIM com a promessa de que a minha linha fosse colocada no cartão de crédito. Agora a TIM coloca uma coisa em suas propagandas e na prática faz o seu consumidor ter até problemas psicológicos e também atingir a honra de seu cliente. Quando vou tratar com as pessoas que atendem, estas vêm com as mais variadas informações. Tudo desencontrado. Cancelaram o meu plano. E não dão nenhuma garantia de voltar ao plano original. Informam que eu, como cliente, nunca paguei no cartão de crédito e todo mês vem o débito na minha fatura. Depois mandam a fatura para o endereço da pessoa e que nunca chega e depois cancelam o plano. Paguei a fatura para reativar o plano e depois cobrar judicialmente e a TIM não reativa o meu plano. Imagine se a TIM está fazendo isso com outros consumidores de cartão de crédito Brasil a fora. Por não acontecer nada com esses políticos é que esta empresa não está nem aí para o seu cliente. Aqui em Alagoas a TIM já sofreu uma civil pública e continua praticando estes tipos de atos.

    ResponderExcluir