quinta-feira, 23 de março de 2017

Ações da Oi reagem bem após divulgação de resultados financeiros

O que você achou? 
Ações da Oi chegaram a ter quase 16 por cento de valorização. Leia a opinião dos principais analistas.


Após a divulgação dos resultados financeiros e operacionais da Oi referente a todo o ano de 2016, e a aprovação do novo plano de recuperação judicial da companhia, o mercado amanheceu com as ações da Oi disparando na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). As ações preferenciais (OIBR4) chegaram a valer até 15,88% mais, a R$ 4,16.

No momento da publicação deste artigo (às 13h20), as ações ordinárias (OIBR3) valiam R$ 4,53, com alta de 9,16%.

Com o novo plano de recuperação judicial da Oi, os acionistas da empresa concordaram em repassar 25% das ações para credores como uma forma de abater a dívida.


Avaliação das agências de risco

Itaú BBA disse: “Nossa opinião é de que o plano de recuperação da Oi também deve incluir uma injeção de capital para garantir que a NewCo comece com capacidade de investimento”.

Bradesco BBI acredita que "a nova proposta da empresa ainda enfrente resistência". De acordo com os analistas, está mais provável que a Anatel tenha que interferir na companhia, caso os credores não aceitem o plano da operadora.

Credit Suisse falou que as ações ordinárias da Oi deveriam ter um preço justo variando entre R$ 8,49 e R$ 10,56, apresentando uma valorização de até 131% nesse tipo de ação. Porém, eles preferem manter o preço-alvo dos papéis sem mudanças, em R$ 2,20. A justificativa é a mesma dada pelo Bradesco - a possibilidade de os credores não aceitarem nova proposta da Oi - além das multas aplicadas pela Anatel.

LEIA TAMBÉM:


Um comentário:

  1. Se a Oi resolver esse impasse e investir em cobertura pode chegar muito longe e tomar o lugar da Vivo.

    ResponderExcluir