sexta-feira, 23 de setembro de 2016

TIM - internet via satélite para todo o Brasil

O que você achou? 
Operadora TIM vai usar satélite Intelsat 29e para aumentar cobertura de internet móvel nacional.



A TIM fechou acordo comercial com a empresa de satélites Intelsat para fortalecer a sua rede de internet banda larga móvel, principalmente em regiões de difícil acesso, onde a infraestrutura terrestre de telecomunicações não está presente.

O satélite que será utilizado pela TIM é o Intelsat 29e, pioneiro na utilização da tecnologia EpicNG, que permite uma melhor performance de transmissão. No ano que vem, a operadora ainda deverá utilizar mais dois satélites lançados pela Intelsat para prestar o seu serviço, o que permitirá que a operadora deixe de utilizar a banda satelital C e migre para a banda Ku, com alta velocidade de transmissão de dados.

Diretor de Wholesale da TIM, Marcelo Duarte diz que "a parceria com a Intelsat nos permite levar conectividade para regiões mais remotas do país, com pouca infraestrutura de telecomunicações. O uso do Intelsat 29e mostrou-se a melhor opção para satisfazer às necessidades dos nossos clientes hoje, bem como para o estabelecimento de uma infraestrutura eficiente para atender as demandas por tecnologia no futuro".




Questionada se essa seria uma preparação para começar a ofertar diretamente internet via satélite para os consumidores, fazendo concorrência com a recém chegada Hughes, a TIM negou. Segundo a própria companhia, a parceria deve servir apenas para melhorar a qualidade do seu sinal em regiões mais distantes e ter estrutura para aumentar a capacidade do seu backhaul.

Leia também:

3 comentários:

  1. Infinity, Liberty foram grandes inovações em promoções.
    Agora internet via satelite, muito bom pro consumidor que mora fora da cidade, nas areas mais distantes. A TIM sempre inovando... A TIM está levando a sério o antigo slogam: "Você, sem fronteiras.."

    ResponderExcluir
  2. nossa, espero que funcione mesmo. 4G agradece!

    ResponderExcluir
  3. Lembrando que isso não irá fazer muita diferença a curto prazo. Nossos celulares não são capazes de se conectar diretamente a satélites, por isso a operadora terá de disponibilizar torres que captem o sinal do satélite e redistribua em uma frequência que todos possam usar. Ou seja, só irá facilitar essa instalação de antenas.

    ResponderExcluir