quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Claro quer comprar Oi, diz presidente da América Móvil

O que você achou? 
Caso compra seja realizada, Claro, NET e Embratel vão liderar em todos os segmentos de telecomunicações do Brasil, com mais da metade dos clientes.

O grupo mexicano América Móvil, dono das operadoras NET, Claro e Embratel, possui interesse em adquirir ativos de todas as áreas de telecomunicações da Oi (telefonia fixa, móvel, internet e TV por Assinatura). A informação é confiável, pois foi dada por ninguém menos do que o próprio diretor presidente do grupo, Daniel Haji, em entrevista ao jornal Valor Econômico.

De acordo com Haji, apesar do interesse, a América Móvil está acompanhando o desenrolar do processo de recuperação judicial da Oi, bem como aguarda o esclarecimento de como a Oi desejará vender os seus ativos, como o Governo brasileiro reagirá a intenção de aquisição e do quanto precisará gastar para concluir a compra da sua rival. "A consolidação será muito boa para o Brasil e para o mercado. Estou muito interessado em participar da consolidação no Brasil, mas não sei como será feita", afirmou.

Segundo a revista Exame, a TIM também estaria na mira da América Móvil. No ano passado, o grupo mexicano até tentou realizar um acordo com a Oi para, juntas, comprarem e fatiarem a TIM. Mas a operadora italiana negou a proposta na época.

Caso a intenção de Carlos Slim, dono da América Móvil e quarto homem mais rico do mundo, se concretize, o país ficará com um mercado de telecomunicações mais concentrado. Para o consumidor, isso não deve ser tão bom, pois a perda de um competidor afeta negativamente a concorrência do setor. Por isso, o atual ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, está sendo muito procurado pela imprensa para falar sobre o assunto.

Em entrevista divulgada por diversos veículos no final de agosto, Kassab foi enfático ao afirmar que não enxerga a consolidação do setor de telecom como algo negativo, desde que o mercado possua pelo menos três grandes competidores. "Existe a suposição, feita por alguns, de que a Oi poderá ser comprada por algum outro grupo [...] Se isso acontecer, é preciso assegurar que o País tenha no mínimo três grandes players", disse.

Participação de Mercado

A América Móvil já é líder no setor de televisão por assinatura e de banda larga fixa. No mercado de celular, está atualmente na vice-liderança. Veja agora a concentração de mercado que Claro, NET e Embratel terão caso a Oi seja incorporada em seus negócios.

Televisão por Assinatura:


  • Claro TV/NET (1º Lugar) - 58,4% do mercado
  • SKY (2º Lugar) - 28,3%


Internet Fixa:


  • NET/Embratel (1º Lugar) - 55,9% do mercado
  • Vivo (2º Lugar) - 28,3%


Celular:


  • Claro (1º Lugar) - 44% do mercado
  • Vivo (2º Lugar) - 29%





Leia também:


11 comentários:

  1. Respostas
    1. Nao seria bom pro consumidor. Ficariamos sem 1 concorrente e com 3 operadoras. A Claro ficaria gigante. Quanto mais concorrencia melhor pro cliente. Melhor se outra estrangeira comprasse a Oi.

      Excluir
  2. Seria péssimo para o consumidor esta compra, a Claro concentraria muito mercado nas mãos. O melhor para nós seria a compra por outra empresa como a AT&T ou Vodafone. Com as quatro gigantes no mercado teríamos muito a ganhar com a forte concorrência entre elas.

    ResponderExcluir
  3. Seria péssimo para o consumidor esta compra, a Claro concentraria muito mercado nas mãos. O melhor para nós seria a compra por outra empresa como a AT&T ou Vodafone. Com as quatro gigantes no mercado teríamos muito a ganhar com a forte concorrência entre elas.

    ResponderExcluir
  4. Opa agora vou ter o netcombo em minha cidade

    ResponderExcluir
  5. Opa agora vou ter o netcombo em minha cidade

    ResponderExcluir
  6. Se a Claro investisse para melhorar a internet fixa da Oi já valeria muito a pena!

    ResponderExcluir
  7. Nao seria bom pro consumidor. Ficariamos sem 1 concorrente e com 3 operadoras, mas a Claro ficaria gigante. Quanto mais concorrencia melhor pro cliente. Melhor se outra estrangeira comprasse a Oi.

    ResponderExcluir
  8. Acredito que tanto a falência da Oi como a compra da mesma pela Claro prejudicaria muito a concorrência. Todos sabem que na américa latina há uma disputa entre os espanhóis e os mexicanos pela supremacia. Adquirindo a Oi, a Claro finalmente assumiria a liderança no Brasil, o que seria quase impossível para a Vivo recuperar. A Tim correria por fora, tentando se manter.
    O ruim é se a Claro comprar a Oi para simplesmente eliminar uma concorrente do mercado, assim como a Vivo escancaradamente fez com a GVT. Aí seria péssimo.
    Concorrência de verdade quem faz atualmente são os ISPs regionais e as OTTs. Salvo raras diferenças, todas alinham seus preços e promoções.
    Talvez vender a Oi aos pedaços seja a saída. É notório que as pequenas Algar e Sercomtel são saudáveis e geram lucro.
    O melhor para a Oi seria seu fatiamento em pequenas operações estaduais e daí a venda para players diferentes. Ficaria parecido com o antigo sistema telebras, mas pelo menos salvaria a concorrência.

    ResponderExcluir