quinta-feira, 19 de maio de 2016

Netflix lança seu próprio medidor de velocidade de internet

O que você achou? 
Enquanto isso, ranking de velocidade do mês de abril aponta a TIM Live novamente como sendo a banda larga mais rápida do Brasil.


A empresa de streaming de vídeos norte-americana Netflix está cada vez mais preocupada com a qualidade do serviço prestado pelas operadoras de internet banda larga. Para isso, lançou o serviço fast.com, que mede a velocidade de conexão da banda larga do usuário em tempo real.

O serviço é similar a outros testadores de velocidade, como o speedtest.net. A grande diferença ressaltada pela Netflix é a completa ausência de anúncios e um visual mais simples para que usuários comuns entendam o processo de medição, além de ser mais leve.

A medição é realizada pelos próprios servidores da empresa de vídeos, o que possibilita identificar se a operadora utilizada está cumprindo o princípio de neutralidade de rede estipulada no Marco Civil da Internet. Para garantir que o resultado apresentado pelo fast.com é confiável, a própria Netflix encoraja a comparação da velocidade apresentada no seu serviço com a de outros medidores. Caso a velocidade apresentada seja muito diferente da mostrada em outras plataformas, pode ser um sinal de que o servidor da Netflix esteja sofrendo restrição da operadora.

Ele é compatível com computadores, dispositivos móveis e até televisores inteligentes (com acesso à internet). Não é necessário ser cliente Netflix para ter acesso ao medidor.

Todos os meses, a Netflix divulga ainda um ranking que lista as operadoras de internet mais rápidas em dezenas de países onde atua, se baseando na média de velocidade percebida nos equipamentos dos seus assinantes em horário nobre (pico), durante a exibição dos seus filmes e séries.

Dados mais recentes - referentes ao mês de abril - mostra que a TIM Live é a internet mais veloz do Brasil, com velocidade média de 3,19 Mbps. A vice-líder é a NET, com 3,11 Mbps. Ela é seguida por Vivo/GVT, que nos últimos meses vem obtendo uma perda de performance e agora aparece com média de 2,95 Mbps; Algar Telecom (2,33 Mbps); Oi (1,99 Mbps) e Vivo SP (1,96 Mbps).


Toda essa preocupação da empresa de conteúdo on-line não é à toa. O serviço da Netflix está na mira das empresas de banda larga, principalmente pela grande quantidade de tráfego de dados necessária para a exibição do seu conteúdo. Com a chegada de novas tecnologias, como a 4K, por exemplo, com resolução muito maior a do HD (1.080p), esse consumo de dados fica ainda maior.

Como as grandes operadoras de internet brasileiras estão tentando controlar mais o consumo dos seus usuários através da imposição de limites de franquia, a Netflix passou a disponibilizar a partir do início deste mês a função de configurar a resolução do vídeo antes de assistir a algum filme por meio do seu aplicativo para smartphones e tablets. Uma resolução mais baixa, obviamente, demanda um uso de dados menor.

Leia também:


Nenhum comentário:

Postar um comentário