domingo, 28 de fevereiro de 2016

Ligações de telefone fixo para móvel ficarão até 22,35% mais baratas

O que você achou? 
Redução de tarifa foi imposta pela Anatel e já foi publicada no Diário Oficial da União.

As ligações locais e interurbanas feitas de telefone fixo para móvel estão mais baratas para o usuário devido à redução dos valores de referência para tarifas de remuneração de redes móveis determinada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). 

O Ato nº 50.509, que fixa as novas tarifas, foi publicado nesta sexta-feira, dia 26, no Diário Oficial da União. 

Houve também a unificação das tarifas das chamadas fixo-móvel local. Assim, o usuário de telefone fixo pagará o mesmo valor para uma chamada local, independente da operadora móvel de destino. 

A redução é consequência do Plano Geral de Metas de Competição da Anatel, aprovado pela Resolução n° 600/2012, e abrange chamadas da telefonia fixa para celular, sejam ligações locais ou de longa distância, originadas nas redes das concessionárias da telefonia fixa - Oi (Telemar e Brasil Telecom), Vivo (Telefônica), CTBC/Algar, Claro/Embratel e Sercomtel - e destinadas às operadoras móveis.

A redução nas tarifas das chamadas fixo-móvel local (VC-1) ficou entre 14,95% a 22,35%, a depender da operadora de origem da chamada.

Por exemplo, o valor a ser pago por um usuário ao realizar uma chamada local fixo-móvel em São Paulo variava entre R$ 0,26 a R$ 0,46 e agora será de R$ 0,24854. No Rio de Janeiro, variava entre R$ 0,27 a R$ 0,45 e agora será de R$ 0,23831.

Concessionária
Redução do VC-1 (%)
Vivo Fixo (SP)
14,95%
Sercomtel
17,80%
Oi Fixo (Sul e Centro-Oeste)
18,52%
Algar Telecom
19,25%
Oi Fixo (Sudeste, Nordeste e Norte)
22,35%

Nas chamadas de fixo para móvel em que os DDDs dos telefones de origem e de destino da ligação têm apenas o primeiro dígito igual (VC-2 - exemplo: DDDs 61 e 62), haverá redução entre 9,15% a 14,04%, a depender da operadora de origem da chamada. Antes desta revisão tarifária, um cliente do Plano Básico da Oi (DF), por exemplo, pagava R$ 0,77506 para realizar uma chamada de DDD 61 para DDD 62. Agora este mesmo usuário pagará R$ 0,69919 para este tipo de chamada.

Concessionária
Redução do VC-2 (%)
Vivo Fixo (SP)
9,15%
Oi Fixo (Sul e Centro-Oeste)
9,79%
Claro
9,91%
Sercomtel
10,38%
Oi Fixo (Sudeste, Nordeste e Norte)
13,06%
Algar Telecom
14,04%

Nas ligações, em que os primeiros dígitos dos DDDs do telefone fixo e do telefone móvel são diferentes (VC-3 - exemplo: DDDs 31 e 41), a redução será entre 7,73% a 11,80%, a depender da operadora de origem da chamada. Antes desta revisão, por exemplo, um cliente do Plano Básico da Oi em Minas Gerais pagava R$ 0,87114 para originar uma chamada. Agora este mesmo usuário pagará R$ 0,77484 para este tipo de chamada.


Concessionária
Redução do VC-3 (%)
Vivo Fixo (SP)
7,73%
Oi Fixo (Sul e Centro-Oeste)
8,32%
Claro
8,37%
Sercomtel
8,86%
Oi Fixo (Sudeste, Nordeste e Norte)
11,05%
Algar Telecom
11,80%

Mais do que apenas a redução dos valores pagos por minuto de ligação, o usuário se beneficiará também com maior transparência, pois, com a unificação, haverá apenas uma única tarifa para as ligações fixo-móvel.

Leia também:

Com informações de Assessoria de Imprensa Anatel.


Um comentário:

  1. Uma pena a Oi nao disponibilizar um pacote para qualquer operadora a partir do Oi Fixo. Tudo o que encontrei foi um ilimitado pra Oi Móvel de qualquer lugar do Brasil.

    ResponderExcluir