domingo, 17 de janeiro de 2016

Em meio a crise, Vivo não para de faturar

O que você achou? 
Operadora viu seu valor de mercado crescer em quase 19 por cento, enquanto as demais empresas caíram.



A companhia de telecomunicações Telefônica Brasil - atualmente dona da Vivo e GVT - foi a única a ter o seu valor de mercado aumentado durante 2015, ano que foi difícil para quase todas as empresas presentes no país.

Segundo o jornal de economia Valor Econômico, a empresa liderada por Amos Genish viu seu patrimônio aumentar 18,7% em 12 meses, chegando ao patamar de R$ 59,45 bilhões em valor de mercado.

O resultado foi atribuído a grande quantidade de clientes pós-pagos presentes na base de acessos da operadora Vivo, que trazem alta rentabilidade; além de uma infraestrutura de comunicação mais potente e moderna do que a da concorrência.

Só para efeito de comparação, a TIM perdeu 41,8% de valor em 2015, fechando o ano avaliada em R$ 16,6 bilhões.

A Oi, veja só, foi avaliada em R$ 1,9 bilhão - queda de 74,7% em relação a 2014.

A operadora Claro não divulgou este indicador.

Leia também:


Nenhum comentário:

Postar um comentário