domingo, 20 de dezembro de 2015

NET/Embratel lidera crescimento na banda larga fixa em outubro

O que você achou? 
Operadora Oi foi a que mais perdeu clientes de internet.
Veja o desempenho das demais empresas.


Dados do setor de internet banda larga fixa referentes ao mês de outubro de 2015, divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), mostram que as operadoras Embratel e NET foram as que se saíram melhor na captação de novos clientes. Juntas, as empresas adicionaram 43,710 mil clientes nas suas bases.

A junção da Vivo com a GVT continua rendendo bons frutos para a Telefônica. Em outubro foram mais 14,929 mil clientes adicionados.

A Live TIM, serviço de ultra banda larga da operadora TIM, que por enquanto só está disponível em grandes cidades de Rio de Janeiro e São Paulo, também fez bonito e acumulou ganhos de 12,562 mil clientes.

O serviço de banda larga da SKY, que utiliza a tecnologia LTE para chegar a dezenas de cidades de quase todos os estados brasileiros, acrescentou 10,544 mil acessos, sendo a quarta tele com o melhor desempenho.

Para finalizar o ranking das que cresceram, temos a Algar Telecom, que conseguiu obter 2,338 mil clientes.

Saldo Negativo

Mesmo com o lançamento do novo portfólio do Oi Velox, com velocidades de até 35 Mega - e ampla divulgação por sinal - a operadora Oi foi a única empresa das grandes que saiu em desvantagem durante o período de outubro. Foram perdidos -28,089 clientes, que muito provavelmente migraram para companhias de internet concorrentes. Existe algo de errado na operação de banda larga da Oi, mas parece que os seus executivos ainda não conseguiram identificar que problema é esse, para então poder diagnosticá-lo.


No total, a área de banda larga fixa do Brasil fechou o mês analisada contabilizando 25,497 milhões de conexões.

Leia também:


5 comentários:

  1. Existe algo de errado em TUDO na Oi ! A prestação e qualidade do serviço oferecido... só isso!

    ResponderExcluir
  2. O x da questão é o peso da concessão. A Oi tem obrigações pesadas demais pois tem que manter operações em mercados não rentáveis. A Net e outras são maravilhosas, mas são autorizadas. Puxam cabo onde lhes convém. Tirem o peso de concessão da Oi, transformando em autorizada nos grandes centros e aí verão ela se reinventar. A Oi tem capacidade. O problema é que ela é obrigada a ser concessionária nos grandes centros, aí é impossível competir.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Por exemplo: o netfone é maravilhoso, mas se o cliente ficar sem energia elétrica a Net nem aí. Você fica sem serviço e não pode chorar. Já a telefonia fixa da Oi possui retro alimentação via fio, não dependendo de energia pra funcionar.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir