domingo, 20 de dezembro de 2015

Algar Telecom é a única operadora fixa a crescer em outubro

O que você achou? 
Oi Fixo foi o que mais perdeu clientes, ultrapassando mais de cem mil 'fugitivos'. Veja o desempenho das demais empresas.


A coisa realmente está feia para o setor de telefones fixos. Por mais que as empresas de telefonia tentem e usem estratégias para conter a queda de clientes dessa modalidade de comunicação, não tem jeito, mês após mês o segmento se vê com cada vez menos usuários.

Números divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) referentes ao mês de outubro, mostram que dentre as quatro maiores empresas de telefones fixos do Brasil, apenas a menor delas - Algar Telecom - conseguiu acrescentar consumidores na base de acessos. Foram 3,340 mil a mais.

O grupo Telecom Americas, cuja operação de serviços fixos é representada pela NET e Embratel, perdeu -2,144 mil clientes.

O grupo Telefônica nem com a junção da Vivo com a GVT conseguiu estancar o sangramento constante de acessos da sua operação fixa no estado de São Paulo. O bom resultado apresentado pela GVT consegue disfarçar um pouco a grande queda que a Vivo sofre todos os meses. Mas em outubro foi diferente: a GVT não cresceu nada no Brasil, pelo contrário, perdeu -813 clientes. No total, Vivo/GVT viram -40,047 usuários irem embora.

Agora, a maior companhia de telefonia fixa do país é também a que mais sofre com a migração dos clientes para o celular. Podemos dizer que a base de clientes do grupo Oi simplesmente despencou durante o décimo mês de 2015. É difícil de acreditar, mas a operadora perdeu sozinha -138,934 mil assinantes, mais do que o dobro da perda de todas as outras concorrentes juntas.



O Brasil fechou outubro contabilizando pouco mais de 44 milhões de linhas telefônicas fixas ativas.

Leia também:


Nenhum comentário:

Postar um comentário