segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Operadora de TV Paga com 10 mil clientes é desmontada pela PF

O que você achou? 
Negócio criminoso atuava em 16 estados brasileiros e em um país da Europa.



A Polícia Federal (PF) desmontou na semana passada uma quadrilha responsável pela operação de uma TV por assinatura pirata em 16 estados brasileiros e em Portugal.

Hoje em dia, é fácil encontrar planos de televisão custando a partir de R$ 40,00 mensais. No entanto, muita gente ainda reclama que esse valor é muito alto e, na tentativa de satisfazer os seus desejos de entretenimento, acabam buscando alternativas mais baratas e adquirindo serviços de criminosos. Ao todo, o grupo de investigação que desencadeou a operação "Fake Sat" (ou satélite falso) estima que a TV fraudulenta possua cerca de 10 mil assinantes.

A operação identificou várias células que atuavam em conjunto com a quadrilha para distribuir aparelhos trazidos de outros países e distribuir chaves de acesso para o sinal de TV paga.

Foram cumpridos nove mandados de prisão e 34 de busca e apreensão nos estados: Rio Grande do Sul (Porto Alegre, Santana do Livramento e Lajeado); Paraná (Foz do Iguaçu); Goiás (Goiânia) e São Paulo (São Paulo, Santos, Santo André, Americana e Osasco). A polícia internacional também colaborou com o cumprimento dos mandados na Europa.

Segundo a Polícia Federal, os envolvidos devem ser autuados por envolvimento em estelionato, contrabando, descaminho e formação de quadrilha.

Leia também:


Nenhum comentário:

Postar um comentário