segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Internet 5G será testada no Brasil pela Claro no ano que vem

O que você achou? 
Projeto será feito em parceria com a Ericsson. Em cinco anos tudo deve estar pronto.


O grupo de telecomunicações mexicano América Móvil, dono das operadoras Claro, NET e Embratel no Brasil, se adiantou e vai começar a testar a quinta geração de transmissão de dados móveis no país a partir de 2016. O anúncio foi feito por Hans Vestberg, presidente da empresa de tecnologia Ericsson, que será parceira da Claro em fazer a tecnologia evoluir.

Em comunicado enviado à imprensa, Vestberg diz que:

"Para o 5G, nosso foco é entender como os sistemas serão usados tanto pela sociedade quanto pela indústria. Para estar com redes comerciais prontas em 2020, a Ericsson fechou uma parceria com a América Móvil para o primeiro sistema de testes de 5G no Brasil, como uma demonstração clara da nossa vantagem competitiva, e, ao mesmo tempo, uma forma de levar a pesquisa para fora dos laboratórios e para redes de teste ao vivo".

A Ericsson vai contar ainda com a ajuda de pesquisadores de três universidades nacionais: Universidade Federal do Ceará (UFCE); Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); e Universidade de São Paulo (USP).

Dilma Rousseff, Presidente da República, ficou empolgada com a novidade, e fez uma visita a Hans Vestberg na sede da Ericsson, que fica na Suíça, para conversar sobre os testes e discutir soluções de como a tecnologia pode ajudar o país a crescer ainda mais.


Testes preliminares até o momento mostram que a tecnologia de internet 5G já conseguiu alcançar velocidades de 5 Gbps, algo inédito para as redes sem fio. A expectativa da Ericsson é que o consumidor final esteja começando a receber e utilizar a tecnologia a partir do ano de 2020. Até lá, existe ainda muito trabalho pela frente.

Leia também:


Um comentário:

  1. Lixo de operadora só podia estar envolvida com esse lixo de presidente.

    ResponderExcluir