quinta-feira, 27 de agosto de 2015

TIM e Vivo não sobrevivem à concorrência em julho

O que você achou? 
O setor de telefonia móvel perdeu o equivalente a 1 milhão de usuários brasileiros durante o sétimo mês do ano.


As operadoras de telefonia móvel Claro e Nextel foram as únicas a apresentar crescimento da suas respectivas bases de clientes durante o mês de julho de 2015. Enquanto a operadora controlada pela mexicana América Móvil conseguiu atrair 168,4 mil clientes durante o mês passado; a controlada pela norte-americana NII Holdings adicionou mais 41 mil usuários. A operadora regional Algar Telecom - presente no Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo - apresentou adições líquidas de 3,1 mil acessos. Os dados foram divulgados pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

No lado oposto do "cabo de guerra" pela conquista de clientes no mercado de celular brasileiro estão TIM e Vivo, que apresentaram adições de clientes negativas em comparação com o número de cancelamentos realizados no período de 30 dias analisado. A operadora gerida pela italiana Telecom Italia perdeu 575,2 mil usuários; enquanto que a empresa da espanhola Telefónica viu sua base encolher com a saída de 456,6 mil clientes de sua rede.

Pouco muda nos números gerais das maiores empresas de celular do país, com a Vivo na liderança com 82,1 milhões de clientes móveis. A TIM é a vice-líder do setor, possuindo um total de 74 milhões de usuários. A Claro é a terceira maior empresa de celular do Brasil em número de clientes, são 71,3 milhões ao todo. A Oi vem em seguida no quarto lugar, com 50 milhões de consumidores cadastrados. Nextel com 2,2 milhões e Algar Telecom 1,2 milhão, completam a lista das maiores empresas de telefonia sem fio do território nacional.

Segundo a Anatel, o Brasil fechou julho com 281,4 milhões de linhas móveis ativas, uma queda de 1 milhão de acessos ativos se comparado ao mês anterior, que foi encerrado com 282,4 milhões. Apesar dos milhares de chips desativados, existe mais telefone do que gente do país, mais precisamente 137,6 linhas para cada 100 habitantes, segundo medidas calculadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Os celulares cadastrados em planos pré-pagos somaram 209,9 milhões (-0,24% em relação a junho). Já os que participam de planos pós-pagos são 71,4 milhões (+0,24%).

Leia também:

2 comentários:

  1. E Vivo vamos melhorar os serviços porque senão vai cair ladeira abaixo. Esperar atendimento mais de 45 min e um absurdo.

    ResponderExcluir
  2. Expandir para os pequenos centros que só tem apenas uma operadora móvel também pode refletir positivamente para estas operadoras.

    ResponderExcluir