terça-feira, 25 de agosto de 2015

Nextel foca no Brasil e nomeia Francisco Valim como presidente

O que você achou? 
Valim já passou pelas operadoras Oi e NET Serviços. Nextel anunciou ainda a criação do código 99 para chamadas DDD.



A empresa norte-americana NII Holdings, responsável pela operação da operadora Nextel no Brasil, informou ao seus investidores e ao mercado em geral que nomeou o executivo Francisco Valim para ocupar o cargo de diretor-presidente da quinta maior operadora de telefonia móvel do Brasil.

Valim disse que vai trabalhar em conjunto com os demais diretores da companhia para "continuar ampliando a participação da Nextel no mercado de telefonia móvel e consequentemente recuperar os indicadores financeiros da companhia".

No setor de telecomunicações como CEO, Valim já passou pela NET e permaneceu durante cinco anos (2003 à 2008). Depois passou dois anos (2011 à 2013) com o objetivo de fazer a Oi crescer e se sustentar no mercado brasileiro.

A NII Holdings acredita no potencial de Valim como representante da empresa no Brasil. Steve Shindler, presidente da companhia dona da Nextel afirmou que "Francisco é um líder com comprovada experiência no setor de telecomunicações, em transformar negócios e otimizar processos organizacionais, tendo atuado com sucesso como diretor executivo de diversas grandes companhias no Brasil".

Além de Oi e NET, o executivo também foi contratado como diretor da Via Varejo - formada pela fusão da Casas Bahia com o Ponto Frio.

Código de Longa Distância

A Nextel anunciou também outra novidade para o território brasileiro: o código de longa distância 99. Os clientes da operadora poderão realizar chamadas com mais liberdade, facilidade e economia.

Inicialmente disponível para os usuários de Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo, a criação de um CSP para a Nextel faz parte de "apenas mais um passo do novo momento que estamos construindo", de acordo com as próprias palavras de George Dolce, vice-presidente de Marketing, Vendas e Customer Care da operadora.

Pacotes com minutos de ligações para códigos de área diferentes agora estão disponíveis. 15 minutos de ligações para qualquer operadora custam R$ 10,00; enquanto que um saldo de 500 minutos sai por R$ 115.

Minutos para falar com outros números da Nextel são oferecidos com mais vantagem. Os participantes da promoção PMG podem falar ilimitado com números da mesma operadora sem custo adicional. A vantagem é chamada de "DDD Nextel Livre". Quem não possui a promoção ativa pode contratar franquias que custam a partir de R$ 10 adicionais.

Com o objetivo de deixar o código da Nextel já pré-programado no momento de efetuar ligações, os interessados podem baixar o aplicativo "Nextel 99" para os seus smartphones. O app está disponível para os sistemas operacionais Android e iOS.

Foco no Brasil

O interesse da Nextel no mercado de telecomunicações do Brasil não é de hoje. No ano passado a NII Holdings vendeu suas operadoras presentes na Argentina, Chile e México, tudo para se recuperar de um processo de recuperação judicial que estava em andamento nos Estados Unidos e aumentar os investimentos necessários para se expandir no Brasil.

Na semana passada, o jornal Valor Econômico publicou a informação de que a TIM estaria disposta a fazer uma grande oferta pela Nextel Brasil com a intenção de evitar o crescimento da empresa em solo brasileiro e consolidar o mercado. A Telecom Italia Mobile, dona da TIM, no entanto, negou que haja uma negociação nesse sentido.

A Nextel parece ter começado a semana demonstrado que não desistiu do mercado de telefonia móvel do país, e não pretende sair nem tão cedo dele.

Leia também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário