domingo, 26 de julho de 2015

GVT participa pela primeira vez de uma Campus Party

O que você achou? 
Recém comprada pela Vivo, a GVT apresentou sua marca durante os quatro dias de evento da quarta edição da Campus Party Recife.


Neste domingo, 26, as ruas da região metropolitana do Recife estavam bem movimentadas por causa dos visitantes da Campus Party 2015. É que chegou ao fim a quarta edição do evento na capital de Pernambuco. Foram cerca de 300 horas de programação dedicada ao futuro, com aproximadamente 224 palestrantes e 250 atividades sobre um pouco de cada área que está em acensão no ramo tecnológico. O evento contabilizou ainda um recorde: foram cerca de 60 mil visitantes durante os quatro dias. Desses, 4 mil eram campuseiros, 2.500 acampados.

A maior parte dos visitantes são de jovens entre 18 e 29 anos. Única alternativa ao maior evento de tecnologia do Brasil, realizado anualmente em São Paulo, a edição recifense conta principalmente com jovens do próprio estado de Pernambuco e de outros da região nordeste. O setor de Desenvolvimento teve o maior número de interessados, com 20,5% do total de inscritos na Campus. Em seguida vem o setor de Games (16,8%), Empreendedorismo (14,9%) e Segurança e Redes (7,6%).

Patrocinadora master do evento, a Vivo forneceu mais uma vez uma internet de primeira para os participantes. Dessa vez foram 20 Gbps de velocidade para quem quisesse usar - ante 10 Gbps oferecidos no ano passado - o suficiente para abastecer de internet uma cidade como Maceió e seus quase 1 milhão de habitantes tranquilamente. No encerramento do evento, a operadora promoveu a tradicional maratona "Internet das Coisas", onde os inscritos receberam um kit wearable (vestível) com sensores para criar dispositivos e soluções tecnológicas para o cotidiano. Quem levou a medalha de ouro foi a dupla pernambucana do Smart Helmet - um capacete com monitoramento de impactos e geolocalização de profissionais em situações de alto contato físico, como policiais, esportistas e soldados.

O segundo lugar ficou com o pessoal do Rio Grande do Norte, que criaram o IF Box, que busca levar ao cidadão uma solução que utiliza o kit wearable como um aplicativo que favorece a criação de novas ferramentas sem a necessidade de conhecer detalhes de programação.

Um projeto de Goiânia completou o pódio: o Baby Safe, que monitora à saúde de crianças recém-nascidas, como os movimentos e posições do bebê, evitando danos como refluxo e outras situações de risco.

Agora, diante de tanta tecnologia e inovação, uma coisa chamou a atenção. A GVT, operadora de banda larga fixa com a maior velocidade do país (segundo último ranking produzido pela Netflix), estava presente no local com a sua marca estampada ao lado da marca Vivo em vários outdoors. A operadora recém adquirida pela Telefónica, controladora da Vivo, preparou ainda um site exclusivo para acompanhar o evento em tempo real. Utilizando a hashtag #GVTnaCampus, a empresa utilizou ainda as redes sociais para propagar pela primeira vez todos os detalhes de uma Campus Party Brasil, sendo Recife a cidade escolhida para dar largada a essa parceria. O youtuber, gamer e caster Rafael Nepô, foi o responsável por segurar o microfone da GVT, levando aos internautas um pouco de cada canto da CP Recife 2015.

Veja como foi um pouco do evento:




O encerramento de mais uma edição da Campus Party Recife teve direito a viral do pica-pau, robô dançante e batuques de maracatu, em homenagem a metrópole do Nordeste, sede do evento.

Leia também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário