terça-feira, 2 de junho de 2015

Pouco muda no setor de TV Paga em Abril. Consulte os dados

O que você achou? 
Cabo de guerra: de um lado, SKY, NET, GVT e Vivo disparam em número de clientes; do outro, Claro e Oi despencam.


O setor de televisão por assinatura não mudou muita coisa em abril em relação ao mês anterior: o mercado continua possuindo 19,76 milhões de assinantes das diversas operadoras que oferecem o serviço. Isso significa que de cada 100 municípios brasileiros, 30 possuem o serviço (29,89%), segundo indicadores produzidos pelo IBGE.

A Sky foi a empresa que mais se saiu bem e conquistou 39.444 novos assinantes. GVT TV (19.381) e Vivo TV (8.505) também aumentaram suas bases de usuários.

Claro TV e NET (do Grupo América Móvil) perderam juntas 41.905 clientes, sendo um saldo positivo de 20.379 novos clientes da NET e uma perda de -62.284 da Claro. A Oi TV também mais perdeu clientes do que ganhou, e apresentou decréscimo de -24.864 instalações ativas em abril.

Veja a seguir o gráfico de adições líquidas para exemplificar essa movimentação:
Todo mundo sabe que Claro e Net hoje são uma mesma empresa e, por ainda estarem em processo de fusão societária, às vezes os seus respectivos dados confundem: qual porcentagem é de fato da Claro? Qual é da NET? Quantos clientes ainda são da extinta Via Embratel? Essas análises e conclusões são feitas pela nossa equipe sempre que a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) libera os dados mensais sobre o desempenho do setor de TV Paga do país. O que sabemos é que NET e Claro TV ainda formam um grupo gigante, dono de 51,74% do market share da área televisiva. Ao todo, eles respondem por 10,224 milhões de usuários de televisão fechada.

Em seguida temos outra gigante: a SKY, que provê conteúdo por satélite para 5,723 milhões de casas. Ela é acompanhada pela Oi, que cuida de 1,207 milhão de clientes; GVT (958 mil) e Telefônica Vivo (798 mil). Lembramos que Vivo e GVT agora são controladas por uma só companhia: a Telefônica Brasil. Se essa nova organização já fosse realidade em abril, o Grupo Telefônica Brasil seria dono de 8,89% de participação de mercado e 1,757 milhão de assinantes, sendo o terceiro maior grupo de TV paga do Brasil.

Veja abaixo o gráfico contendo o market-share das principais empresas de TV:

* O resultado de adições líquidas é calculado levando em conta o número de clientes que uma empresa conquistou, subtraído pelo número de cancelamentos registrados no mesmo período analisado.

Leia também: Quase 30% das casas brasileira tem TV por assinatura. Confira
                         Oi deve oferecer TV por R$ 29,90 pelos próximos 80 anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário